Lula foi repreendido pela PF por aceno ao deixar cemitério

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi repreendido pela Polícia Federal quando, ao deixar o velório do neto Arthur Araújo, ontem em São Paulo, acenou para as pessoas que estavam na entrada do cemitério.

“O senhor sabe que não devia ter feito isso”, disse o delegado da PF. “O senhor sabe que eu devia”, respondeu Lula, segundo informa a reportagem de Veja Online.

Enquanto esteve no cemitério, por duas horas, o ex-presidente chorou bastante e recebeu cumprimentos pela morte do menino de 7 anos, vítima de meningite, e de acordo com relatos, prometeu que irá provar sua inocência.

Lula foi a todo tempo consolado pelo filho Sandro Luis Lula da Silva e pela nora Marlene Araújo.

 

Fonte: Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *