Com gol de Alex Telles, Porto elimina Roma na prorrogação e avança às quartas

Foi preciso 120 minutos de futebol, mas o Porto está nas quartas de final da Liga dos Campeões. Na tarde desta quarta-feira, no Estádio do Dragão, os portugueses venceram a Roma por 3 a 1 na prorrogação e garantiram a classificação na próxima fase da competição. Os gols da partida foram marcados por Tiquinho Soares, Marega e Alex Telles. De Rossi marcou para o clube da capital italiana.

Nos 90 minutos, o Porto foi superior e o 2 a 1 acabou saindo barato para a Roma. Na prorrogação, Dzeko teve a melhor oportunidade a favor dos visitantes, mas Pepe cortou. Praticamente na sequência, veio o castigo: o árbitro assinalou pênalti de Florenzi em Fernando, após consular o VAR. Na cobrança, o brasileiro Alex Telles garantiu o Dragão nas quartas.

O resultado deixa o técnico Eusebio Di Francesco ainda mais pressionado. O problema não é a eliminação, mas o futebol apresentado. A Roma só conseguia assustar em jogadas aéreas ou lampejos individuais de seus jogadores.

As atenções do time comandado por Sergio Conceição volta a ser o Campeonato Português. No domingo, a equipe pega o Feirense, fora de casa. Pelo Italiano, a Roma recebe o Empoli.

Porto é melhor, mas pênalti de Militão compromete

Precisando reverter a vantagem, o Porto apostou no fator casa. Após cobrança de escanteio, a bola foi cabeceada para a entrada da área, e Corona mandou de primeira, por cima do gol de Olsen. A Roma estava bem fechada em seu campo, e apostava nos contra-ataques. Em erro de Militão na saída de jogo, o passe chegaria em Dzeko, mas na hora H, Felipe fez o corte. A partida começava quente em Portugal.

O Dragão seguia na pressão. Aos 10, Corona fez boa jogada pela esquerda e bateu forte. A bola bateu na defesa adversária e sobrou para Alex Telles. O lateral brasileiro tentou, mas a redonda morreu na rede pelo lado de fora, para alívio de Olsen. Porém, depois de um tempo levando pressão, o time italiano tentava segurar a bola, tornando a partida faltosa em alguns momentos.

Apesar da superioridade, faltava aos donos da casa jogadas para entrar na área. As principais tentativas eram em chutes de fora, como em finalização de Corona, depois de uma puxada de contra-ataque. De tanto pressionar, o Porto finalmente saiu na frente: Marega se aproveitou de seu porte atlético, recuperou a bola no campo de ataque, tabelou na área e cruzou rasteiro para Tiquinho Soares empurrar para as redes.

Melhores momentos da partida; vídeo:

Buscando a reação, a Roma conseguiu em pênalti a seu favor. Perotti entrou na área pela esquerda e foi atropelado por Éder Militão, que cometeu um pênalti bobo. Na cobrança, coube ao capitão De Rossi bater com paradinha e nojo para vencer Casillas, empatar o jogo e fazer o gol tão sonhado para os visitantes.

O tento deu tranquilidade para o time de Di Francesco, que passou a trocar passes com o intuito de diminuir o ímpeto do rival e esfriar o jogo. Porém, a última chance do primeiro tempo foi do Porto. Tiquinho Soares dominou na área, teve o chute travado pela defesa. A bola sobrou Herrera, que bateu colocado e exigiu boa defesa de Olsen.

Dragão marca e leva decisão para a prorrogação

No começo do segundo tempo, a tônica do jogo não mudou muito. Em boia cruzada da direita, Marega raspou de cabeça, e Tiquinho Soares voou de peixinho e cabeceou para o chão, como manda o figurino. Mas a bola foi por cima do gol de Olsen. Entretanto, não demorou muito para os portugueses ficarem à frente. Aos sete minutos, Corona cruzou da esquerda para Marega, de chapa estufar as redes.

Apesar de estar atrás do marcador e precisando de um gol, a Roma era praticamente inofensiva. Sem nenhuma jogada, a equipe seguia sendo envolvida pelos portugueses, que quase ampliaram com o zagueiro Felipe, depois de escanteio cobrado por Alex Telles.

A partida começava a ganhar ares de dramaticidade. Sem nenhuma inspiração, os italianos se limitavam a se defender e aceitaram a pressão do Porto, que por pouco não fez o terceiro em finalização de Brahimi. O argelino recebeu belo passe e bateu, mas parou em Olsen, que salvava os visitantes.

Os visitantes conseguiram um grande lance de perigo aos 36 minutos. Pepe fez um belo corte, tinha a bola dominada, mas errou o passe. Perotti, na entrada da área pela esquerda, trouxe para dentro e finalizou muito mal, por cima do gol defendido por Casillas. Porém até o final do jogo nenhuma chance foi criada e a partida iria para a prorrogação.

Dzeko teve o ouro nos pés e Porto consegue gol em pênalti polêmico

Em geral, os 30 minutos de prorrogação foram marcados por tensão e poucas chances claras. Entretanto, a Roma aos cinco minutos do segundo tempo saiu na cara de Casillas, deu um tapa por cobertura, mas Pepe salvou em cima da linha. Até que aos 10 minutos do segundo tempo da prorrogação, o árbitro viu um puxão de Florenzi em Fernando. Na cobrança, Alex Telles garantiu o 3 a 1 e a classificação do Porto para as quartas de final.

FICHA TÉCNICA

PORTO 3 X 1 ROMA

Local: Estádio do Dragão, em Porto, Portugal

Data: 06 de março de 2019, quarta-feira

Horário: 17h00 (horário de Brasília)

Árbitro: Cuneyt Çakir, da Turquia

Assistentes: Bahattin Duran e Tarik Ongun, ambos da Turquia

VAR: Szymon Marciniak e Pawel Gil, ambos da Polônia

Cartões amarelos: Hector Herrera, Danilo Pereira e Pepe (Porto)Zaniolo, Karsdorp, Dzeko e Pellegrini (Roma)

Cartão vermelho:

Gols: PORTO: TIquinho Soares aos 26 minutos do primeiro tempo, Marega aos sete minutos do segundo tempo e Alex Telles aos 11 minutos do segundo tempo da prorrogação.

ROMA: De Rossi aos 37 minutos do primeiro tempo.

PORTO: Casillas; Militão (Maxi Pereira), Felipe, Pepe e Alex Telles; Otávio (Hernani), Danilo, Herrera, Corona (Brahimi), Marega e Tiquinho Soares (Fernando).

Técnico: Sergio Conceição

ROMA: Olsen; Marcano (Cristante), Manolas e Juan Jesus; De Rossi (Pellegrini) (Shick), Nzonzi, Karsdorp (Florenzi) e Kolarov; Perotti, Zaniolo e Dzeko.

Técnico: Eusebio Di Francesco

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *