Caso Camilla Abreu | Diário Oficial publica demissão de Allisson Wattson da PM

O agora ex-capitão da Polícia Militar é acusado pela morte da estudante Camilla Abreu

A demissão de Allisson Wattson, agora ex-capitão da PM acusado pela morte da estudante Camilla Abreu, foi publicada no Diário Oficial do Estado, na edição dessa segunda-feira (11).

O documento é do último dia 8 de março, data em que é comemorado o Dia da Mulher, e foi assinado por Regina Sousa, que estava no exercício da governadoria devido viagem de Wellington Dias ao exterior.

A expulsão de Wattsson dos quadros da Polícia Militar do Piauí foi julgada procedente pelo Tribunal de Justiça. Declarado “indigno ao oficialato”, ele não terá direito a qualquer remuneração ou indenização.

O crime contra Camilla aconteceu em 2017. Morta, ela teve o corpo ocultado. A jovem desapareceu na madrugada do dia 26 de outubro, quando a família da registrou queixa. As investigações apontaram que após deixar a faculdade, Camilla foi encontrar com o namorado, Allisson, em um restaurante, e depois não foram mais vistos.

A reação do agora ex-capitão diante do desaparecimento intrigou a família e a polícia, que acabou concluindo pelo envolvimento de Allisson na morte da jovem. Preso, ele acabou confessando e levando os policiais até o local onde deixou o corpo de Camilla.

Flagrado por emissora de TV
Na semana passada a Cidade Verde exibiu imagens de Wattson na carceragem do presídio militar, registradas no dia 1º de março. Ele estava em seu horário de banho de sol e não parecia incomodado com a presença da câmera. atualmente, divide a cela com um tenente e tem direito a visita três vezes por semana.

 

Fonte: 180graus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *