Levado à Seleção após derrubar o Real, David Neres diz que tentará novo “milagre” contra CR7

Atacante do Ajax afirma que goleada sobre os tricampeões europeus foi decisiva para Tite convocá-lo pela primeira vez

Escolhido para dar entrevista coletiva depois de seu primeiro treino pela seleção brasileira, David Neres optou por poucas palavras. Ainda tímido, tal qual se viu em campo, na rodinha com outros jovens, mas de maior experiência na equipe, o atacante do Ajax afirmou que a vitória de seu time sobre o Real Madrid, na Champions League, foi determinante para sua convocação.

Na próxima fase do torneio europeu, o Ajax enfrentará a Juventus, de Cristiano Ronaldo.

– Vamos tentar fazer um milagre de novo. Jogar o futebol que jogamos contra Bayern de Munique, Benfica, Real Madrid. Não podemos ter medo. É claro que há uma grande equipe do outro lado, o mais importante de tudo é jogar o futebol que sabemos – afirmou.

David Neres foi convocado para substituir Vinicius Junior. Justamente no duelo entre eles, o brasileiro do Real Madrid sofreu uma ruptura nos ligamentos do tornozelo direito, enquanto Neres marcou um dos gols da vitória por 4 a 1, para frustração e choque do Santiago Bernabéu.

Além de avançar com o Ajax, David Neres tem outra árdua missão para os próximos dias: fincar seus pés na seleção brasileira. Em sua posição, também podem atuar Everton, Richarlison e Coutinho entre os convocados, além dos ausentes Neymar, Douglas Costa e Willian.

– São muitos jogadores de qualidade nessa posição. Cada um tem um diferencial, alguns estão há muito tempo em grandes clubes, outros chegando agora. O que não pode me faltar é vontade de vencer. Tecnicamente é difícil (ter um diferencial) porque os caras são bons, né? – disse.

Veja as outras respostas de David Neres:
  • Chegada à Seleção

– Venho jogando bem há algum tempo. A Champions League dá grande visibilidade, ainda mais eliminar o Real Madrid. Acho que isso me deu uma grande ajuda. Acho que eu não estaria aqui (se tivesse ido para a China em janeiro).

  • Jogar na Holanda

– Independentemente do campeonato, há jogadores de qualidade. Nossa equipe é jovem, o Ajax dá muitas oportunidades a jovens da casa e de fora. Isso é muito importante e nos dá confiança. Acho que eu e todos da minha equipe temos qualidade para jogar contra grandes equipes. Jogar de igual para igual contra grandes jogadores mostra que também somos grandes jogadores.

  • Frustração em outras convocações

– Não foram muitas, não. Sei que a seleção brasileira tem grandes jogadores na minha posição e que não seria fácil chegar aqui. Sempre tive esperança de vir quando comecei a jogar por mais tempo, bem, mas não era algo que ficava na minha cabeça, por saber de tantos jogadores de qualidade. Procurei manter o foco na minha equipe e jogar meu futebol para estar preparado.

Veja os bastidores do primeiro treino da Seleção Brasileira em Portugal

 

Fonte: Globoesporte.com

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *