Prefeito de Paulistana declara situação de emergência por 180 dias

O decreto foi assinado dia 05 de julho e publicado no Diário Oficial dos Municípios dessa terça (06).

O prefeito de Paulistana, Joaquim Júlio Coelho, mais conhecido como Joaquim da Farmácia (PSD), decretou situação de emergência no município devido à estiagem. O decreto foi assinado dia 05 de julho e publicado no Diário Oficial dos Municípios dessa terça-feira (06).

Confira aqui o decreto

Segundo o prefeito, apesar do aumento dos índices pluviométricos que incidiram no município, não restou suficiente para atender as necessidades da população quando ao acesso a água própria para o consumo humano e animal, bem como para produção agrícola.

O prefeito ressaltou ainda que o período de seca e estiagem é uma realidade e que não há previsão de chuva para os meses vindouros, conforme previsões meteorológicas.

Desta forma, o prefeito Joaquim da Farmácia decretou situação de emergência no município de Paulistana devido à estiagem. O decreto vale por 180 dias a partir da data de publicação.

 

Por GP1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *