Patos-PI: Prefeito Joaquim Neto recebe adesão do ex-prefeito Sílvio, vereador Tonhão e do suplente Adalberto

Na noite deste sábado (20.novo) o prefeito de Patos do Piauí, Joaquim Neto (PSD) na companhia do deputado estadual Georgiano Neto, do ex-vice-prefeito Saulino e dos vereadores, Cornélio e Marlon, anunciou oficialmente a adesão de três expressivas lideranças políticas da oposição que passam a integrar o seu grupo político: o ex-prefeito Sílvio José da Silva, vereador Antônio Rufino o “Tonhão” (Progressistas) e o suplente de vereador Adalberto José Lopes (Progressistas).

Com a chegada do vereador Tonhão, o prefeito Joaquim Neto amplia sua base de apoio na Câmara Municipal e passa contar agora seis vereadores.

“Estamos recebendo de abraços abertos e com muita alegria a vinda destas importantes lideranças políticas do nosso município. A vinda de Sílvio, Tonhão e Adalberto, é um reconhecimento do trabalho que estamos desenvolvendo em Patos. Eles chegam para somar e contribuir com a nossa gestão”, disse Joaquim Neto, que acrescentou “Fui vereador com Sílvio e depois seu vice-prefeito de 2009 a 2012. Sempre tivemos uma relação de amizade e respeito. O mesmo falo de Tonhão e Adalberto. Estivemos juntos com vereadores na Câmara de Patos e mantivemos sempre a cordialidade, o respeito e comungamos dos mesmos interesses: o bem-estar do povo e desenvolvimento do nosso município”, disse o gestor.

Sílvio José da Silva o “Sílvio”, como assim é conhecido, já foi  vereador de Patos do piauí por três mandatos, presidente da Câmara Municipal e governou o município de 2009 a 2012.

Sílvio falou da sua decisão de passar a integrar o grupo do prefeito Jaquim Neto: “Sempre tivemos uma ótima amizade, uma amizade muito grande mesmo. Não marchei com ele na eleição passada porque já tinha assumido um compromisso e cumpri. Após a eleição conversamos e, como eu não tinha mais nenhum compromisso com ninguém, tomei a decisão de segui-lo e participar do seu grupo político, votando em seus deputados e também no seu candidato a governador”, relatou.

Sílvio explicou no que pesou na sua decisão: “Amizade em primeiro lugar. Foi meu vice, nunca tivemos uma discussão e a maneira com vem conduzindo a sua gestão, trabalhando e com vontade de trabalhar muito mais ainda por Patos”, disse.

Antônio Rufino o “Tonhão” (Progressistas) é o vereador com mais mandatos na Câmara Municipal de Patos do Piauí e também já presidiu a Casa Legislativa por duas vezes. Está no seu oitavo mandato. Na última eleição municipal (2020) obteve 286 votos.

O experiente Tonhão disse em poucas palavras o que o levou a tomar a decisão de acompanhar o atual gestor e o seu grupo político: “Fomos vereadores juntos por muito tempo e fizemos uma grande amizade, e através desta amizade tomei a decisão de ajudá-lo a desenvolver o nosso município.”

Outro experiente político que deixou a oposição foi Adalberto José Lopes que na última eleição municipal de 2020 obteve 241 votos candidato a vereador, ficando como primeiro suplente da sua coligação.

Adalberto foi vereador por vários mandatos, tendo inclusive presidio o Legislativo Patoense em três oportunidades.

Firme em sua decisão, Adalberto comentou seu posicionamento político: Desde 2001 que sou vereador e Joaquim Neto era vereador juntamente comigo. A gente se dava muito bem. Infelizmente ele num grupo político e eu em outro. Eu tinha compromisso com o ex-prefeito  Agenilson. Terminou o mandato dele no dia 31 de 2020 e eu havia dito que até aquele dia eu estaria no grupo. Passou desta data eu decidi vir para o grupo do amigo Joaquim Neto para somar e trabalhar por Patos.”

Por Portal Saiba Mais

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.