4 de Julho vence Picos por 2×0 e abre vantagem nas finais do Piauiense

Com gols de Dudu e Ítalo Pica-Pau, o 4 de Julho venceu o Picos na primeira partida das finais do Campeonato Piauiense 2020, na tarde deste sábado (19), na Arena Ytacoatiara, em Piripiri.

O Colorado dominou o jogo desde o início e conseguiu criar chances para construir um placar até mais elástico do que os 2×0 desta tarde. Quanto ao Picos, o time vai precisar recuperar o futebol apresentado durante a fase de classificação, que lhe rendeu a liderança do estadual, para reverter o placar e se sagrar campeão estadual.

O Zangão precisa de uma vitória por três ou mais gols de diferença no tempo regulamentar para levantar a taça de campeão. Um triunfo do time de Picos por dois gols leva a decisão para os pênaltis.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira (22), às 16h, no Estádio Helvídio Nunes, em Picos.

O JOGO

Antes da partida a esperança de dois confrontos equilibrados pela frente. Dono da melhor campanha da fase de classificação, o Picos chegou à Piripiri confiante no seu sistema defensivo, até então o melhor do campeonato, com apenas 8 gols sofridos.
Do outro lado, o 4 de Julho entrou em campo determinado a usar a vantagem de jogar em casa e contar com o melhor ataque do Piauiense 2020 para encurralar o visitante e sair com a vitória.

A tônica do jogo foi como esperada e logo após o apito inicial o time da casa adiantou suas linhas e tentava pressionar o adversário em sua defesa, na busca por forçar um erro do adversário. A estratégia deu certo no de início e incomodado com a postura do time do 4 de Julho o Picos via o adversário dominar as ações.

Apesar disso, as duas primeiras boas chances do jogo saíram dos pés da equipe da Cidade Modelo. Aos 11 minutos, Romarinho é lançado e recebe frente a frente com o goleiro Jailson, mas acaba carregando demais a bola e chutando rasteiro, para boa defesa do goleiro do Quatro, que cede o escanteio. Em seguida, bola levantada na área e Esdras carimba o travessão da equipe da casa.

Mas foi pouco para o time que se classificou com uma rodada de antecedência para as finais da competição. Mesmo com dificuldades para acertar o último passe, o 4 de Julho continuou dominando a posse de bola e aos 35 minutos Dudu recebeu na grande área e acertou um chute forte e preciso para vencer o goleiro Vitor, abrindo o placar.

A “blitz” da equipe da casa continuou e antes do fim do primeiro tempo, após saída de bola errada do Picos, Ted Love serviu Ítalo Pica-Pau, que da entrada da área acertou um tiro rasteiro no canto direito do goleiro visitante, ampliando a vantagem.

Na volta do intervalo, as duas equipes pareceram sentir o ritmo intenso do primeiro tempo e o jogo perdeu em velocidade.

Mesmo precisando marcar para levar um resultado melhor para o jogo de volta, o Zangão pouco criou e ofereceu riscos a meta do goleiro Jailson. Picos parecia encaixotado na marcação do meio-campo do 4 de Julho, que poderia ter ampliado o placar, não fosse a pouca pontaria de Maranhão, que aos 33 minutos da segunda etapa carimbou o travessão adversário, após receber bom passe de Tote na entrada da área e de Eduardo, que aos 38, livre de marcação, recebeu bom passe dentro da área mas finalizou pra fora.

FICHA TÉCNICA 
4 de Julho: Jailson, Wilsinho (Tote), Gilmar Bahia, Edinaldo, Vitor Recife, Diguinho, Sena, Daniel, Dudu (Maycon Douglas), Ted Love, Ítalo Pica-Pau (Maranhão);
Picos: Vitor, Marquinho (Felipe), Lucão, Marcondi, Esdras, Idevam, Jader, David (Índio), Raphael Freitas, Rhuam, Romarinho (Jefferson).
Gols: Dudu, aos 35 minutos do primeiro tempo; Ítalo Pica-Pau, aos 46 minutos de jogo.
Cartões Amarelo: Gilmar Bahia (4 de Julho), Marcondi (Picos).

Por Cidade Verde

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *