A cada 14 dias, governo vai reavaliar dados para liberar novos setores

As regras estão sendo elaboradas. O governo revisa mais de 20 protocolos

A reabertura de novos setores só ocorrerá após avaliação dos impactos sobre os três segmentos que foram autorizados a funcionar a partir desta semana.

O governo anunciou três setores que após aderirem aos protocolos podem voltar as atividades que são: construção civil, serviços de saúde (psicologia/fisioterapia e terapia ocupacional) e setores automotivos que vão iniciar o Plano Organizado de Reabertura (Pro Piauí).

A cada 14 dias, o comitê criado na segunda-feira (8), vai avaliar os números de casos da covid-19 (a taxa de transmissibilidade – deverá está abaixo de 1), os óbitos, que devem estar em queda,  internações e a taxa de ocupação de leitos de UTIs que não pode ultrapassar 65%.

Essa semana, o governo voltou a dialogar com  os empresários que foram autorizados a reabrirem suas atividades para definirem os protocolos com as recomendações para conter o novo coronavírus. As regras estão sendo elaboradas. O governo revisa mais de 20 protocolos. Ontem, o governador Wellington Dias (PT) se reuniu com o arcebispo de Teresina, Dom Jacinto, para iniciar as discussões sobre o retorno das atividades nas igrejas.

Wellington Dias  informou que após as empresas aderirem aos protocolos e adotarem as medidas de proteção haverá avaliação semanalmente para saber a evolução de casos no estado. O governador não deu prazos para a reabertura de novos segmentos, mas a cada semana serão reavaliados os dados epidemiológicos para saber se tem condições de autorizar a reabertura de novos setores.

A Vigilância Sanitária já definiu 15 protocolos e na sequência se houve indicadores positivos os próximos a serem reabertos serão o comércio varejista e atacadista.

Cidade Verde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *