Advogada piauiense diz que “adora crime passional”;OAB se pronuncia

A advogada piauiense Élida Fabrícia virou assunto nas redes sociais após gravar um vídeo para celebrar o Dia dos Namorados

A  advogada piauiense Élida Fabrícia virou assunto nas redes sociais após gravar um vídeo para celebrar o Dia dos Namorados e dizer que “adora crimes passionais”. Segundo ela, a data comemorativa combina com esse tipo de crime violento.  Meio Norte

Dia dos namorados chegando e isso me faz lembrar aquele gostinho extravagante da advogada criminalista. Pode falar isso? Mas eu adoro um crime passional. Adoro quando chega aquele processo quentinho, gostosinho, bem formado com crime passional”, afirmou ela.

Ainda no vídeo, a advogada criminalista acrescenta que crimes passionais são os mais interessantes e também aconselha os seguidores a não cometer tal delito, mas caso contrário, entrar em contato com ela. “São os tipos de crimes mais interessantes para a gente trabalhar no Tribunal do Júri. Dia dos namorados combina com crime passional. Não faz isso, mas se fizer me liga”, finalizou.

Élida Fabrícia é Conselheira Federal da OAB e presidente da Comissão de Defesa do Tribunal do Júri da OAB Nacional. A reportagem do meionorte.com entrou em contato com a advogada através das redes sociais, mas ainda não teve retorno.

Vereadora pede punição

A vereadora Pollyanna Rocha, que é vice-presidente da Câmara Municipal de Teresina, se mostrou indignada com a fala de Élida Fabrícia. ”Como vereadora e procuradora da mulher na Câmara de Teresina eu solicito que a OAB Piauí apure a fala dessa advogada e faça valer o Conselho de Ética da Ordem. Apologia ao crime que consta no vídeo não pode ficar impune e é inaceitável”, afirmou em vídeo.

OAB se pronuncia

Em nota, a OAB Piauí afirmou que o vídeo veiculado nas redes sociais pela Conselheira Federal Élida Fabrícia não corresponde com o pensamento da instituição. ”A instituição, através de todos os seus membros e membras, é reconhecida por trabalhar para combater as violências, especialmente a violência contra mulher infelizmente ainda tão frequente em nosso Estado”, disse.

A Ordem acrescentou que a Corregedoria  o Tribunal de Ética darão ciência ao Conselho Federal para apurar o caso.

Confira a nota na íntegra

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, informa que o vídeo veiculado nas redes sociais pela Conselheira Federal Élida Fabrícia, não corresponde com o pensamento da instituição.

A instituição, através de todos os seus membros e membras, é reconhecida por trabalhar para combater as violências, especialmente a violência contra mulher infelizmente ainda tão frequente em nosso Estado.

A OAB-PI enfatiza que Advogados e Advogadas trabalham em função da Justiça no respeito aos direitos e são importantes atores na prevenção de crimes de maior proporção.

A OAB-PI informa que a Corregedoria da OAB-PI e o Tribunal de Ética darão ciência ao Conselho Federal, a quem compete apurar o caso.

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais