Uncategorized

Aluno da rede estadual passa em 1º lugar para Medicina; 5 mil aprovados no Piauí

Mais de 5 mil estudantes egressos de escolas da rede pública estadual foram aprovados em vestibulares das instituições de ensino superior públicas, informou a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) nesta terça-feira (28). Em fevereiro, pelo vestibular do Instituto Federal do Piauí (IFPI) já tinham aprovados 1.870 estudantes da rede estadual. Agora foram aprovados mais 3 mil estudantes nas instituições de ensino superior  do estado por meio do Sisu.

Entre os aprovados está o estudante do 3º ano do ensino médio do Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) Cônego Cardoso, em Castelo do Piauí, que foi aprovado em 1º lugar de cotas no curso de Medicina da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Outro estudante que se destacou foi Emmanuel David de Almeida Santos, que possui Transtorno do Espectro Autista, e que conseguiu o 1º lugar de cotas no curso de Ciência da Computação na UFPI.

“Hoje tivemos esse resultado do Sisu onde mais de 3 mil aprovações de alunos e alunas da rede estadual nas instituições de ensino superior no Piauí que adotam o Sisu como critério de seleção e também tivemos um resultado bastante expressivo no resultado do IFPI, onde 85% dos aprovados são alunos da rede estadual, e muitos desses alunos como é o caso do Rafael, são alunos de escola em tempo integral”, disse o secretário de Educação, Washington Bandeira.

O secretário disse que um dos objetivos da sua gestão é aumentar as escolas de tempo integral, com uma meta de 100, onde 30 devem ser implantadas ainda neste ano, com um novo modelo pedagógico.

“O modelo de escola em tempo integral é consagrado en desempenho e vamos expandir elasl, temos uma meta muito clara, de no mínimo mais 100, e nesse mês de março vamos lançar nosso projeto de expansão, com 30 escolas em tempo  integral neste ano e um novo modelo pedagógico, uma grade curricular das escolas de tempo integral, trazendo no segundo turno a preparação para as olimpíadas, o reforço de aprendizado, o estudo orientado, e também vamos fortalecer o pré-enem Seduc, ou seja, o caminho é a escola em tempo integral, com curso profissional técnico no segundo turno”, destacou.

Estudante comemora aprovação em Medicina

 Aprovado em 1º lugar de cotas no curso de Medicina da UFPI, no campus Ministro Petrônio Portella, está Francisco Rafael Gomes Lima, que é estudante do 3º ano do ensino médio no Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) Cônego Cardoso, localizado em Castelo do Piauí, a 190 km de Teresina.

Foto: Leticia Santos

Ele afirmou que a preparação para as olimpíadas ajudou para as provas do Enem. “Antes eu não gostava das disciplinas de Ciências da Natureza, só gostava de Biologia, mas aí comecei a gostar de Física e me apeguei, principalmente porque foi uma das matérias sensacionais que eles tiveram a ideia de colocar na Olimpíada Nacional de Ciências, que realmente é muito legal. Então, com a ajuda dos meus professores, me dediquei a essa e outras olimpíadas que me ajudaram muito no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Agora que passei para Medicina, vou conseguir dar uma boa vida à minha família, que é o principal pilar de tudo isso”, relata Francisco Rafael.

Ele já tem  cinco medalhas de bronze em Olimpíadas do Conhecimento, entre elas a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Em 2022 ele foi medalha de ouro na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC), medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Química – etapa estadual (OBQ-PI), medalha de bronze na Obmep e a última conquista foi medalha de bronze no Torneio Nacional de Educação Financeira.

Aluno com TEA aprovado na UFPI

Foto: Seduc

Emmanuel David de Almeida Santos, conquistou o 1º lugar de cotas no curso de Ciência da Computação na Universidade Federal do Piauí (UFPI) em Teresina. Ele fez o curso técnico de informática concomitante no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) José Pacífico de Moura Neto, localizado no Bairro Novo Horizonte, em Teresina.

Emmanuel David, diagnosticado com Transtorno do Espectro Autista (TEA), Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) e dislexia, foi medalhista de ouro no campeonato de xadrez do Ceep José Pacifico.

“As aulas no CEEP José Pacífico foram importantes para minha escolha pela informática. Todos na escola sempre me incentivaram, como a diretora Dorinha e a professora de informática, Evelyn, que me deu suporte para aprender os assuntos da área. Fui me apaixonando, pois era o curso que eu queria na UFPI. Os profissionais da minha escola não desistem dos alunos, dando todo o suporte com aula extras, apoio psicológico e os professores são muito atenciosos”, disse Emmanuel.

Fonte: Cidade Verde (Com informações da Seduc)

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais