Após reunião, deputados Progressistas dizem que vão juntos para oposição

Atualizada às 1h20

Após o fim da reunião na casa do deputado Júlio Arcoverde, os sete deputados do Progressista decidiram que vão juntos para a oposição.  Júlio terá uma reunião com o governador às 16 horas e após esse encontro, a legenda se manifestará sobre a entrega das secretarias de Mineração, Transportes, Meio Ambiente, Adapi e o Detran.

A deputada Lucy Silveira foi a única que não participou do encontro. “A principal discussão é que os seis deputados presentes, a Lucy não pode participar, decidimos que iremos juntos. Especulava- se sobre se algum deputado não acompanharia o partido, e todos fizeram questões de dizer que vamos juntos. O governador pediu uma conversa e ficou decidido que qualquer posição seria depois da conversa com o governador”, disse.

Júlio reforça que o partido não entendeu a decisão do governador. Segundo ele, não faz parte do perfil do Wellington Dias uma decisão drástica como o rompimento.

“Foi surpresa porque as pessoas que participaram da reunião na segunda na casa do senador Ciro, afirmaram que não foi falado de rompimento.  Até porque o rompimento deles dois prejudica o Piauí.  Sempre tivemos um excelente relacionamento. Apoiamos os projetos mais difíceis. Os deputados querem saber o que aconteceu. Não é estilo do governador tomar uma atitude drástica”, afirmou.

Atualizada às 10h30

Os deputados Progressistas começam a chegar para reunião na casa do deputado Júlio Arcoverde. O deputado Firmino Paulo e Hélio Isaias foram os primeiros a entrar. A reunião acontece após o governador Wellington Dias confirmar o rompimento político com o partido.

Hélio afirma que os deputados vão esperar um vídeo que será divulgado pele presidente nacional Progressistas, senador Ciro Nogueira.

“Somos soldado do partido. Acredito que ainda é possivel um entendimento”, disse.

Ao final do encontro, o presidente estadual, Júlio Arcoverde deve fazer um pronunciamento.

Hoje o partido ocupa as  pastas da Mineração, Transportes, Meio Ambiente, Adapi e o Detran. Os cargos devem ser entregues.

A deputada Belê Medeiros chegou à reunião. Ela disse que ficou surpreendida pela decisão do governador.

“Temos parceria montada e precisamos entender como será. O importante é que isso não prejudique o Estado. Para mim foi uma surpresa. Sabíamos de rumores, mas apostávamos no diálogo”, destacou.

Por: Cidade Verde

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *