Atlético-MG vence o Cruzeiro por 3 a 1 e é tricampeão mineiro

Artilheiro e maestro do time marcam os gols que garantem a conquista do Estadual no Mineirão

O Atlético-MG se tornou tricampeão mineiro neste sábado. O Galo venceu o rival Cruzeiro por 3 a 1, com o Mineirão dividido. Diferentemente das últimas edições, o Estadual foi decidido em jogo único.

Assim como aconteceu nos títulos nacionais de 2021, Hulk foi o grande nome do Galo na conquista do Mineiro. Na decisão, marcou o primeiro e último gol, além de servir Nacho Fernández no segundo tento.

Cruzeiro do técnico Paulo Pezzolano fez jogo competitivo, mas não conseguiu equilibra forças na parte técnica. O último titulo estadual da Raposa foi conquistado em 2019.

O jogo – O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio. Ambas as equipes pressionaram a saída de bola do adversário e forçaram erros valiosos.

Logo aos quatro minutos, o Galo teve a primeira chance. Hulk saiu de cara para o gol e finalizou em cima de Rafael Cabral. Logo em cima, a Raposa respondeu em cabeçada de Willian Oliveira, que passou perto da meta de Everson.

Aos 15 minutos, Pedro Castro finalizou de fora da área e forçou boa defesa de Everson. Aos 23, o lateral-esquerdo Guilherme Arana bateu com desvio e ficou perto de abrir o placar para o Galo.

Atlético-MG abriu o placar com Hulk, aos 30 minutos. O atacante finalizou de fora da área no canto de Rafael, que não esboçou reação ao chute. Faltando pouco para acabar o primeiro tempo, Pedro Castro finalizou de letra na pequena área, mas parou no goleiro atleticano.

Segundo tempo

Na segunda etapa, as chances de gol diminuíram. O Cruzeiro passou a ter mais a bola, mas não foi eficiente tentando furar o bloqueio feito pelo Galo.

Atlético-MG vence o Cruzeiro por 3 a 1 e é tricampeão mineiro  - Imagem 2

Aos 17 minutos, Waguininho finalizou de fora da área para defesa de Everson. No entanto, logo em seguida o Atlético-MG ampliou, com Nacho Fernández. O argentino recebeu de Hulk, fez linda finta em Rômulo e estufou a rede de Rafael.

Galo sacramentou o triunfo aos 34 minutos, novamente com Hulk. O atacante converteu pênalti que ele mesmo sofreu, batendo no canto oposto do goleiro celeste.

Aos 44, o Cruzeiro descontou com o artilheiro Edu, em cobrança de escanteio. Mas faltando pouco para o fim, não foi o suficiente para evitar o tricampeonato do Alvinegro.

 Hulk marca duas vezes e Galo leva o tricampeonato mineiro em cima do Cruzeiro. (Foto: Divulgação-Atlético-MG) Hulk marca duas vezes e Galo leva o tricampeonato mineiro em cima do Cruzeiro. (Foto: Divulgação-Atlético-MG)

A finalíssima do Estadual marcou a volta da torcida dividida 50% por 50%. O Gigante da Pampulha recebeu 53.572 torcedores, em linda festa, resgatando a tradição que marcou o clássico por décadas. Desde 2017, o duelo não tinha torcida dividida. A renda foi de R$ 4.851.600,00.

Do lado alvinegro, muita festa dos atleticanos com os jogadores por mais conquista. Do lado celeste, uma prova de amor ao clube, que passa por momento delicado. Os torcedores cantaram a paixão pelo Cruzeiro ao fim do jogo.

Hulk artilheiro

Ele segue imparável. Marcou 10 gols no Campeonato Mineiro e assegurou a artilharia isolada da competição. São 26 gols nos últimos 26 jogos disputados com a camisa do Galo.

Poster do Atlético-MG e seus títulos conquistados. (Foto: superesportes.com.br)Poster do Atlético-MG e seus títulos conquistados. (Foto: superesportes.com.br)

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *