Ator Caio Blat fala da preparação para interpretar Jesus na Paixão de Cristo de Floriano: ‘responsabilidade e emoção’

Espetáculo será realizado nos dias 15 e 16 de abril. Outros atores nacionais como Leona Cavalli, Suely Franco, Ana Cecília Costa e Ernani Moraes fazem parte do elenco.

Pela primeira vez no papel de Jesus, o ator Caio Blat falou da preparação e da emoção de participar da Paixão de Cristo em Floriano, Sul do Piauí. O espetáculo será realizado nos dias 15 e 16 de abril pelo Grupo Escalet de Teatro, na segunda maior Cidade Cenográfica do país. A entrada é gratuita.

A apresentação volta a ser encenada de forma presencial, após dois anos de suspensão, no Teatro Cidade Cenográfica, uma área de 55 mil metros quadrados cercada por uma muralha de pedra, que faz referência à Jerusalém. Atores nacionais como Leona Cavalli, Suely Franco, Ana Cecília Costa e Ernani Moraes fazem parte do elenco.

Paixão de Cristo em Floriano — Foto: Grupo Escalet

Paixão de Cristo em Floriano — Foto: Grupo Escalet

Caio Blat participará pela terceira vez da Paixão de Cristo de Floriano, mas este ano ele será o protagonista do espetáculo, no papel de Jesus. Para ele, o personagem é complexo e deve ser encarado com respeito e seriedade.

“São 27 anos de um espetáculo que fala de amor, fé e esperança. Estarei de volta à Floriano pra interpretar pela primeira vez Jesus Cristo. É uma emoção e uma responsabilidade muito grande, já fiz algumas peças de cunho espiritual, textos de Chico Xavier, mas é a maior experiência para um ator religioso como eu. Espero conseguir emocionar o público que busca um encontro espiritual e artístico”, comentou Caio Blat.

Segundo o diretor do espetáculo, César Crispim, o roteiro sofreu adaptações para as apresentações de 2022. Parte do cenário também está sendo reformada, com melhorias no calçamento e nos palácios.

“Estamos preparando um evento inesquecível, com novas cenas, roteiro mais denso, mais emotivo, linguagem adaptada e de fácil entendimento para melhor compreensão do público”, destacou o diretor.

Encenação da Paixão de Cristo reuniu mais de dez mil espectadores em 2018 no Teatro Cidade Cenográfica, em Floriano — Foto: Lucas Marreiros/ G1 PI

Encenação da Paixão de Cristo reuniu mais de dez mil espectadores em 2018 no Teatro Cidade Cenográfica, em Floriano — Foto: Lucas Marreiros/ G1 PI

A atriz Suely Franco, aclamada por papéis como Dona Benta no seriado Sítio do Picapau Amarelo, da TV Globo, interpretará a personagem Herodias, citada na Bíblia como uma mulher vingativa, que planejou a morte do profeta João Batista. A artista destacou que tem estudado bastante nos dias que antecedem a apresentação.

“Estou muito feliz com essa oportunidade. Esta é a primeira vez que irei interpretar Herodias, mas já tive a oportunidade de interpretar outras personagens em várias Paixões de Cristo, inclusive Nossa Senhora. É algo muito forte e representa muito”, contou.

Além dos artistas convidados, o elenco é formado também por atores e figurantes piauienses que atuam no espetáculo sob direção artística de César Crispim.

Oportunidade de renda extra

Há 10 dias do evento, trabalhadores veem a Paixão de Cristo de Floriano também como uma oportunidade para obter uma renda extra. A vendedora ambulante Maria do Carmo, de 58 anos, trabalha há oito anos vendendo produtos durante o espetáculo e afirmou estar ansiosa.

“Eu trabalho com barracas de cachorro-quente, bombom e água nas festas e festejos da cidade, mas é na Paixão de Cristo que minha renda melhora. Já disse até para as outras barraqueiras que, lá no Teatro, o público come o alimento de Deus, que é a palavra, e aqui eles podem forrar o estômago”, contou a comerciante.

O figurino do espetáculo está sendo confeccionado por tecelãs de Floriano. A costureira e figurinista Rosa Deusa, responsável pela renovação de parte das peças, reforça a importância da realização do evento na cidade.

“Pra mim, é uma fonte de renda. É desse trabalho que eu tiro um dinheiro, é uma grande ajuda. Passo o ano todo esperando a Paixão de Cristo porque sei que vai entrar alguma coisa. Eu estava enfrentando uma crise muito difícil, de depressão, há mais de seis meses, e eles me ofereceram esse trabalho, insistiram para que eu pegasse o serviço”, relatou.

A Paixão de Cristo do Piauí é realizada, desde 1996 e conta com apoio da Prefeitura de Floriano, da Secretaria de Cultura do Estado do Piauí e do Governo Federal.

Por g1 PI

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *