Avaí empata no fim e Fluminense permanece na luta contra o rebaixamento

Avaí e Fluminense se enfrentaram na tarde deste domingo (1º), na Ressacada, e ficaram no empate em 1 a 1. O time tricolor abriu o placar ainda no primeiro tempo, com Marcos Paulo, mas sofreu o empate nos minutos finais, em cobrança de pênalti de João Paulo.

Com o resultado, a equipe do Rio de Janeiro chegou aos 42 pontos e permanece na luta contra a queda no Campeonato Brasileiro. O Avaí, que já está rebaixado, soma, agora, 19.

Na próxima rodada, o Fluminense recebe o Fortaleza. Já o Avaí, visita o Flamengo.

O jogo teve um primeiro tempo para lá de “morno”. O Avaí, sem criatividade e pressionada na saída de bola, não conseguia os espaços necessários para avançar ao campo de ataque. O Fluminense, por sua vez, não imprimia velocidade e errava muitos passes.

Assim, o jogo ficou preso entre as duas intermediárias, com muitas faltas e nada animado para quem assistia.

Com a ventania forte na região, o ataque o Avaí teve ajuda da força da natureza quase enganou o goleiro Marcos Felipe e aconteceu um gol olímpico.

A volta do intervalo não trouxe mudanças no panorama do jogo. O Avaí até chegou a ensaiar uma reação e teve mais presença no campo de ataque, mas durou pouco a melhora do time mandante e logo começaram a aparecer os erros.

O Fluminense, por sua vez, se mostrava acomodado com o resultado e passou a jogar quase que na espera do adversário. Quando tentou sair em velocidade, não teve sucesso. Até por isso, Marcão tirou Marcos Paulo para colocar Pablo Dyego e Nenê para a entrada de Guilherme.

As substituições quase surtiram efeito imediato. Poucos minutos depois de entrarem, Guilherme achou Pablo Dyego sem marcação, no meio da zaga do Avaí, mas o atacante mandou para fora.

No fim da partida, Jonathan foi derrubado por Nino na área e a arbitragem marcou pênalti. João Paulo cobrou e Marcos Felipe defendeu, mas a arbitragem de vídeo mandou voltar a cobrança alegando que o goleiro tricolor havia se adiantado. Em nova chance, João Paulo balançou a rede.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *