Bebê de 1 ano e 8 meses e mulher de 38 anos morrem com suspeita de dengue em Teresina

As mortes de uma criança de 1 ano e 8 meses e de uma mulher de 38 anos, por suspeita de dengue, estão sendo investigadas em Teresina. Os dois óbitos foram registrados nesta terça-feira (19), no hospital do Buenos Aires, zona Norte da capital.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) informou que a confirmação da causa das mortes só ocorrerá após a análise do material coletado nas vítimas, que acontece no Laboratório Central do Piauí (Lacen).

Se confirmados o diagnósticos de dengue, o Piauí pode atingir a 6ª morte pela doença no ano de 2022.

A Fundação Municipal de Saúde não repassou maiores detalhes sobre as duas mortes registradas no Hospital do Buenos Aires.

Outros casos

Ontem (19), uma adolescente de 17 anos morreu na manhã desta terça-feira (19) com sintomas de dengue hemorrágica no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, litoral do Piauí.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) confirmou na última quarta-feira (13) a morte de mulher de 45 anos por dengue. Esse foi o terceiro óbito da doença no estado.

No dia 30 de março, a FMS também relatou o óbito por dengue de uma criança de 9 anos em Teresina. Há cerca de 20 dias antes, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) já havia divulgado a morte de um adulto por dengue no Piauí.

Aumento de casos

De janeiro a abril deste ano, o Piauí registrou 1780 casos de dengue. Os dados representam um crescimento de 489,3% dos casos da doença em relação ao mesmo período de 2021.

Os cinco municípios com os maiores números de casos de dengue estão: Teresina (424), Campo Maior (227), São Pedro do Piauí (197), Curimatá (166) e Piracuruca (107).

Por Natanael Souza/Cidade Verde

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *