Bolsonaro garante Copa América no Brasil: “Assunto encerrado”

Presidente voltou a dizer que governo apoia a realização do torneio no país em meio à pandemia. “Desde o começo estou dizendo por ocasião da pandemia: lamento as mortes, mas nós temos que viver”, afirmou

Horas depois de dizer que o governo federal autoriza a realização da Copa América no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro reforçou que a decisão já está tomada e afirmou que não vai se opor ao convite da Conmebol para que o país sedie o torneio de futebol entre as seleções da América do Sul.

“Considero, da parte do governo federal, como já tratei com o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, assunto encerrado. Todos os meus ministros são favoráveis à Copa América no Brasil com os mesmos protocolos das Eliminatórias (da Copa do Mundo) e da Libertadores. Caso encerrado”, frisou o presidente, em um evento no Palácio do Planalto nesta terça-feira (1º/6).

“No que depender do governo federal, será realizada a Copa América no Brasil. Desde o começo estou dizendo por ocasião da pandemia: lamento as mortes, mas nós temos que viver”, acrescentou.

Bolsonaro comentou que concordou com a disputa do campeonato no país a partir do primeiro contato que teve com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na manhã de segunda-feira (31/5). Depois, o presidente se reuniu com ministros do governo para falar sobre a proposta. Segundo ele, “todos foram unânimes e deram sinal positivo”.

O presidente voltou a dizer que o Brasil tem condições de abrigar a Copa América visto que é palco das partidas de muitos campeonatos nacionais e internacionais, incluindo a Libertadores, a Sul-Americana e as Eliminatórias, que são organizadas pela Conmebol.

Protocolos

Bolsonaro é a favor de que os mesmos protocolos adotados pela entidade máxima do futebol sul-americano nos seus torneios sejam utilizados na Copa América, dentre eles o de que é proibido a presença de torcida nos estádios.

“No tocante à saúde, que muitos começaram a questionar, eu respondo: no Brasil, está em curso a Libertadores da América com times da Venezuela, Bolívia, Equador, Chile, Paraguai, Uruguai e Argentina, sem problema nenhum. Obedecendo o protocolo, obviamente, não tem torcida, e os exames protocolares”, comentou o chefe do Executivo.

 

Por | Correio Braziliense

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *