Brasil enfrenta o Equador com reservas após garantir primeiro lugar na Copa América

Brasil faz último jogo da primeira fase de grupos neste domingo, em Goiânia

Com o primeiro lugar garantido no Grupo B, o Brasil enfrenta o Equador, em Goiânia, pela última rodada da fase de grupos, para dar ritmo aos atletas que atuaram pouco na Copa América. Se Tite seguir seu planejamento à risca, o atacante Vinicius Junior será escalado no estádio Olímpico, em Goiânia, para provar que pode brigar por uma vaga no ataque.

Definido por Carlo Ancelotti, novo técnico do Real Madrid, como um jogador “capaz de coisas incríveis”, o jovem de 20 anos ainda peca nas finalizações. Esse é um ponto que o treinador quer melhorar.

Na seleção, a comissão técnica avalia que Vinicius Junior está evoluindo dentro do sistema de jogo, cumpre as orientações táticas nos treinos, mas ainda “precisa se firmar com presença de área”, de acordo com uma pessoa próxima à comissão técnica. O teste pode ser neste domingo.

A concorrência é acirrada na seleção. O ex-flamenguista jogou apenas nove minutos na estreia contra a Venezuela. Hoje, Gabriel Barbosa, Gabriel Jesus, Richarlison e Firmino são os preferidos no ataque. Everton Cebolinha não é titular, mas tem recebido chances também.

A situação é confortável para a aposta. Com o primeiro lugar assegurado, o Brasil deve enfrentar teoricamente um adversário mais fraco nas quartas de final por ser o pior classificado do Grupo A.

A logística também foi favorecida. Caso avance às próximas fases, a seleção vai continuar jogando no Rio de Janeiro. Vai manter a concentração na Granja Comary, sem viagens de avião. Tite confirmou que esse é o planejamento ideal. O desafio será jogar novamente no gramado do Engenhão, que já foi criticado pelo próprio treinador e pelos jogadores.

A Seleção Brasileira alcançou a marca de 10 vitórias consecutivas ao bater a Colômbia, por 2 a 1, na quarta-feira. O resultado fez o técnico Tite superar o próprio recorde de triunfos seguidos na seleção. Ele ainda se aproximou do recorde histórico de Zagallo: 14 vitórias seguidas em 1997. Em 57 jogos, Tite tem 43 vitórias, 10 empates e quatro derrotas.

O Equador, do técnico argentino Gustavo Alfaro, precisa vencer para se classificar, sem depender do resultado entre Peru e Venezuela, que também se enfrentam neste domingo, em Brasília.

Copa América – 5ª rodada 

Brasil
Alisson; Emerson Royal, Thiago Silva, Eder Militão e Renan Lodi; Douglas Luiz, Fabinho e Lucas Paquetá; Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Vinícius Júnior. Técnico: Tite.

Equador
Galíndez; Ángelo Preciado, Arboleda, Hincapié e Estupiñán; Jhegson Méndez, Moisés Caicedo, Franco e Damián Díaz; Ayrton Preciado e Campana. Técnico: Gustavo Alfaro.

Local: Estádio Olímpico, Goiânia.
Data e hora: 27/06, às 18h.

 

Por Correio do Povo

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *