Bruno Henrique recusa 1ª oferta para renovar com Flamengo

Alvo de vários clubes brasileiros, atacante pediu quatro anos de contrato e aumento salarial para ficar na Gávea

A primeira rodada de negociações entre Flamengo e Bruno Henrique não foi suficiente para um acordo em relação à prorrogação do contrato do atacante, que se encerra em 31 de dezembro. O blog verificou que, por meio de seu empresário, Bruno Henrique já rejeitou as cifras e condições oferecidas por Marcos Braz Bruno Spindel.

Inicialmente, o Flamengo sugeriu o contrato de um ano e a manutenção da atual remuneração, de R$ 1,25 milhão por mês. Bruno Henrique sonhava com aumento salarial e a possibilidade de um vínculo por quatro temporadas, ciente de que pode estar diante de seu último grande contrato da carreira. O atacante completará 33 anos em dezembro.

Braz e Spindel deram sinais de que aceitariam dois anos de contrato, mas afirmaram que precisarão do aval do presidente Roldolfo Landim para debater a respeito de um aumento.

A tendência é de renovação, apesar do assédio gigante em cima do atacante — pelo menos seis clubes brasileiros já fizeram contato — e da chateação de Bruno Henrique com a situação no Flamengo. É que, em janeiro, enquanto se recuperava de uma cirurgia no joelho direito, ele foi procurado pelo clube e ouviu que teria seu contrato renovado.

Na oportunidade, Bruno Henrique fez um único pedido: que a prorrogação ocorresse antes dos últimos seis meses do vínculo, para evitar especulações, boatos… Os dirigentes do Fla não atenderam ao pedido e só iniciaram as discussões para a renovação na semana passada, a pouco mais de cem dias para o fim do contrato. Bruno Henrique, inclusive, já poderia ter assinado um pré-contrato com qualquer outro clube.

Ficou claro para o atacante que o Flamengo só o procurou depois que teve certeza da total recuperação da lesão. Se tivesse voltado mal, possivelmente Bruno Henrique teria o mesmo desfecho de Rodrigo Caio, zagueiro que nunca é utilizado por Jorge Sampaoli e deixará a Gávea em dezembro, com o fim do contrato entre as partes.


Fonte: BLOG DO NICOLA | Do R7


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais