Uncategorized

Chuva deixa rua alagada e moradores têm dificuldade para sair de casa em Picos

A chuva que caiu na cidade de Picos na noite desta terça-feira (21) e madrugada desta quarta-feira (22) resultou em pontos de alagamentos e deslizamentos de terra. A situação na Rua Agnaldo Marciano Veloso, no bairro Ipueiras, é crítica e moradores têm tido bastante dificuldade para sair de casa.

A via de pavimentação poliédrica ficou coberta pela água, dificultando o trânsito de veículos e pedestres.

A moradora, Ana Márcia, explicou que sair de casa é um desafio em razão do medo de ficar ilhado e pela contaminação com água suja.

“Esse descaso que está acontecendo no nosso bairro, na nossa cidade, olha a aituação dessa água em frente às nossas casas. A gente correndo risco de uma inundação, de perder nossos móveis, essa água suja, contaminada, correndo riscos de doenças. E cadê as autoridades da nossa cidade que não aparecem para resolver os problemas. Estamos com muita dificuldade para sair de casa, de carro, de moto, está dando até problema nos veículos de tanta água. A gente não pode nem colocar o pé na calçada com a água toda suja”, frisou.

Quem também se revolta com a situação é o morador, Jailson Mendes. O mesmo que reside no local há oito anos, destacou que no período invernoso a rua sempre alaga.

“Há oito anos que moro no bairro Ipueiras e todos os períodos de inverno a situação continua a mesma. Alagamento, a rua toda alagada, acontece de entrar para nossas residências, não conseguimos sair a pé. É um problema que até agora não tem solução, já fomos atrás do secretário de obras e nunca tivemos nenhuma iniciativa. É um problema crônico, uma situação muito difícil”, disse.

Além dos pontos de alagamentos, dois deslizamentos de terra foram registrados no bairro Paroquial e no Morro da AABB. A reportagem do Cidade Verde Picos entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura e foi informado que a Secretaria de Defesa Civil está monitorando as ocorrências pós-chuva para avaliar as situações que oferecem risco à população.

Fonte: Paula Monize/Cidade Verde

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9417-2542

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais