Geral

Cinco mil piauienses já ficaram sem energia elétrica devido a queimadas

A capital concentra sozinha quase metade das ocorrências registradas em todo o estado desde o início do ano

As queimadas nas proximidades da rede elétrica já deixaram mais de 5 mil piauienses sem energia desde o início do ano, segundo dados da concessionária de energia Equatorial Piauí. De janeiro até agosto, foram 30 ocorrências desse tipo na capital e no interior do estado. Somente em agosto, foram 13 casos.

O levantamento da empresa aponta que houve crescimento das pessoas atingidas ao longo deste ano. No primeiro semestre, foram 1.800 clientes afetados pelas queimadas. Neste segundo semestre, em apenas dois meses, já foram mais de 3.500 pessoas que ficaram sem energia elétrica, o que representa um aumento de 200%.

Teresina é a cidade que concentra a maioria das ocorrências, com o percentual de 43% dos casos. Ao todo, já foram 13 neste ano. Em seguida no ranking aparecem as cidades de Luís Correia, Água Branca, Novo Oriente do Piauí, Bom Jesus e Parnaíba, com duas ocorrências em cada.

Queimadas próximo à rede - (Divulgação / Brigada de Incêndio de Campo Maior )Queimadas próximo à rede/Divulgação / Brigada de Incêndio de Campo Maior

O Executivo de Estudos Operacionais da Equatorial Piauí, Abraão Galeno, explicou que a dificuldade para o retorno do fornecimento de energia nesses casos ocorre porque somente após o controle das chamas os reparos podem ser realizados.

“Os postes e cabos prejudicados pelas queimadas só podem ser reparados após o controle das chamas por parte do corpo de bombeiros ou órgãos responsáveis, o que aumenta o tempo de restabelecimento da energia na área impactada pela ocorrência”, explica

O QUE FAZER

A concessionária orienta que o Corpo de Bombeiros deve ser acionado para o controle do fogo por meio do número 193. Logo em seguida a empresa deve ser contatada através do 0800 086 0800 para as medidas operacionais.


Fonte: Portal o Dia


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais