Cobrança de valores exorbitantes pela Agespisa é investigada em São João/PI

O Ministério Público do Piauí, através da promotoria de justiça da cidade de São João do Piauí, instaurou procedimento administrativo para apurar a cobrança de valores exorbitantes pela Agespisa.

O promotor Jorge Luiz da Costa Pessoa levou em consideração informações prestadas por um usuário em reclamação encaminhada sobre a cobrança de valores exorbitantes da fornecedora de água no município de São João do Piauí, na fatura de água de propriedade rural mesmo não estando utilizando o serviço.

A propriedade em questão pertence ao ex-prefeito Agapito Coelho, da cidade de Capitão Gervásio Oliveira. O promotor determinou uma série de diligências para apuração do caso.

 

Fonte: 180graus

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *