Com 1 caso de coronavírus, cidade do interior do Piauí abre o comércio e salões de beleza

Decreto de reabertura em Bela Vista do Piauí também prevê limitação de tráfego e proíbe atividades coletivas. Restaurantes e bares ainda devem ficar fechados. A cidade de pouco mais de 4.000 habitantes.

Por Júnior Feitosa e Josiel Martins, G1 PI — Teresina

A Prefeitura de Bela Vista do Piauí decretou a abertura gradual do comércio no município, localizado a 405 km de Teresina. De acordo com o decreto publicado no Diário Oficial, a decisão está em vigor desde a última segunda-feira (8). A cidade de pouco mais de 4.000 habitantes tem um caso confirmado de coronavírus e nenhuma morte por Covid-19.

Com a flexibilização das regras de isolamento em Bela Vista, o estado passa a ter mais de 10 cidades com regras específicas de retomada da economia durante a pandemia de coronavírus.

O governador Wellington Dias (PT) criticou os municípios que decretaram regras próprias de abertura e não seguiram ao programa unificado de retomada do estado. Segundo Dias, pode virar “bagunça geral” e gerar colapso do sistema de saúde do Piauí.

Além das atividades essenciais, estão permitidas em Bela Vista do Piauí as aberturas de: salões de beleza e clínicas de estética, lojas que comercializem materiais de construção, confecções e calçados, peças de veículos, eletrodomésticos, papelarias, informática e joalherias.

As atividades essenciais, farmácias, supermercados, lotéricas, frutarias, açougues, distribuidoras de gás, borracharias e serviços de delivery estão mantidas.

Segundo a secretária de administração de Bela Vista do Piauí, Iolanda de Sousa, os estabelecimentos deverão obedecer às orientações sanitárias da prefeitura para funcionarem de forma correta.

“Existem restrições, os estabelecimentos passaram por orientações e devem seguir as normativas segundo estabelece o Ministério da Saúde”, explicou.

Decreto de Bela Vista do Piauí — Foto: Reprodução

Decreto de Bela Vista do Piauí — Foto: Reprodução

O decreto estabelece que os estabelecimentos em funcionamento devem disponibilizar álcool em gel para funcionários e clientes, uso obrigatório de máscaras, funcionamento reduzido a 50% do normal e com distanciamento mínimo de 1,5m entre cada pessoa.

Por outro lado, as academias, bares, clubes lanchonetes e restaurantes permanecem fechados. Atividades coletivas esportivas, culturais ou religiosas continuam proibidas até 22 de junho.

Por fim, a determinação limita o tráfego de veículos automotores durante o horário comercial pela avenida Valentim Marques Barbosa, principal rua da cidade, das 7h às 12h e 14h às 16h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *