Com Piauiense Feminino antecipado, Abelhas Rainhas iniciam treinos e presidente cita dificuldades

A tradicional equipe das Abelhas Rainhas na cidade de Picos de forma tímida e começou a se movimentar visando o Campeonato Piauiense de futebol feminino, previsto para ter inicio no dia 20 de março e encerrar no dia 20 de abril. A competição que tradicionalmente é a única voltada ao futebol feminino no estado de forma oficial e a que define o representante do Piauí no Campeonato Brasileiro Série A3. Com o calendário muito antecipado, as equipes correm contra o relógio para conseguir disputar, caso por exemplo das Abelhas Rainhas, que iniciaram seus treinos a cerca de duas semanas.

“Estamos nos movimentando sem poder, mas é o jeito devido essa antecipação do calendário para o primeiro semestre da temporada. Isso pegou a gente de surpresa, principalmente devido a questão financeira porque os empresários que ajudam a gente só podem e estão acostumados a fazer isso somente no segundo semestre. Mas estamos aqui correndo atrás e dando inicio a esse trabalho, pois aqui nas Abelhas a gente precisa formar as atletas e é um trabalho voluntário, de família mesmo”, frisou Kiteria Alves, presidente das Abelhas Rainhas.

Normalmente, o Campeonato Piauiense da modalidade acontece somente no segundo semestre, mas esse ano a Federação de Futebol do Piauí (FFP) optou por fazer essa antecipação devido o Brasileiro A3 começar no mês de maio é uma forma do representante do estado conseguir entrar na competição nacional com ritmo e com pelo menos uma competição na temporada 2022.

Nesses primeiros dias de atividades uma semana foi voltada apenas para trabalhos na academia e agora as atletas aos poucos estão mesclando os treinos físicos com treinos técnicos e táticos no estádio Helvídio Nunes, na cidade de Picos.

A presidente do clube, Kiteria Alves reforma as dificuldades financeiras e relata que buscou apoio de empresários que todos os anos apoiam o trabalho do clube, federação e órgãos publico da cidade do Mel para poder realmente conseguir disputar a competição esse ano. Vale lembrar, que o Estadual Feminino é concentrado na capital Teresina e por isso equipes como da cidade de Picos precisam se deslocar em todas as rodadas.

“Estamos trabalhando basicamente com o mesmo grupo do ano passado. Eu fico com dor no coração, pois recebo mensagens de várias atletas de outros estados ou cidades do Piauí, mas não posso receber todas aqui por questões financeiras, de estrutura e por isso estou priorizando no máximo as que são de cidade vizinhas. Temos apenas algumas mais novinhas com idade bem abaixo das demais em que estou trabalhando para evoluir, mas nem sei se irão pro Campeonato Estadual mesmo”, acrescentou Kiteria Alves.

O elenco atual da equipe das Abelhas Rainhas conta com total de 26 jogadoras. Fora as atletas mais jovens com idade entre 12 e 14 anos, que estão apenas em avaliações.

Na temporada 2021, a equipe da Abelhas Rainhas chegou a grande final do piauiense contra o Teresina e acabou sendo derrotada, mas pelo caminho enfrentou e eliminou times tradicionais como o próprio Tiradentes que sequer chegou à final da competição e após anos perdeu a hegemonia de ser o representante do estado do Piauí no cenário nacional. Esse ano acontece a primeira edição do Campeonato Brasileiro Série A3 e o clube Teresina será o Piauí em campo e deve começar no mês de maio. O Estadual dará vaga para temporada 2023.

Pâmella Maranhão/Cidade Verde

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *