Corinthians joga bem, se segura com um a menos e vence o Santos na Arena: 2 a 0

Timão faz um gol no começo de cada tempo e supera o rival; Peixe, desfalcado, tem atuação muito ruim
  • Resumão

    Um gol no começo do primeiro tempo e outro na largada do segundo deram ao Corinthians a vitória por 2 a 0 sobre o Santos, na manhã deste domingo, em Itaquera, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. O Timão foi muito superior na etapa inicial e se segurou com um a menos ao longo de todo o segundo período – depois da expulsão de Janderson, por comemorar o gol junto aos torcedores na mureta. A equipe de Tiago Nunes, que vinha de dois jogos sem vencer, mereceu o resultado contra um Santos muito mal em campo, abatido pela ausência de alguns de seus principais jogadores. Everaldo e Janderson fizeram os gols.

    Melhores momentos de Corinthians 2 x 0 Santos pelo Campeonato Paulista 2020.

    Melhores momentos de Corinthians 2 x 0 Santos pelo Campeonato Paulista 2020.

  • Classificação

    Com a vitória, o Corinthians subiu para sete pontos e assumiu a liderança do Grupo D, três à frente de Guarani e Ferroviária – mas o time de Campinas recebe o Santo André às 19h deste domingo e retoma a ponta se vencer. O Santos se manteve com sete pontos e perderá a liderança do Grupo A se a Ponte Preta ao menos empatar com a Inter de Limeira, fora de casa, às 17h desta segunda-feira. Clique aqui e veja a tabela do Paulistão.

    Raniel e Fagner disputam jogada na Arena

    Raniel e Fagner disputam jogada na Arena (Foto: Peter Leone / Estadão Conteúdo)

  • Próximos jogos

    O Santos agora tem uma semana cheia para treinamentos. Só volta a campo pelo Paulistão na segunda-feira, dia 10, em casa, contra o Botafogo de Ribeirão Preto. Um dia antes, o Corinthians recebe a Inter de Limeira. Mas o jogo que mais importa para o Timão é já nesta quarta, às 21h30, no Paraguai, contra o Guaraní, pela etapa prévia da Libertadores.

  • Primeiro tempo

    O Corinthians começou avassalador. Com 20 segundos, em chute de Everaldo, já obrigou Everson a fazer a primeira defesa. Pouco depois, com um minuto e meio, abriu o placar. O próprio Everaldo recebeu na esquerda e bateu cruzado: 1 a 0. Depois do gol, em vez de o Santos reagir, foi o Corinthians que continuou amassando. Poderia ter ampliado com Luan, em chute por cima aos 10 minutos, ou com Janderson, se Luan Peres não tivesse afastado na hora certa aos 18. O Santos vazava pelo lado esquerda da defesa e, com três volantes de origem e três atacantes, era incapaz de reter a bola e criar jogadas. Com o tempo, porém, o Corinthians foi perdendo a intensidade inicial e deixou de pressionar tanto. Mesmo assim, perdeu uma chance impressionante: Sidcley, quase dentro do gol, mandou para fora.

    Everaldo Janderson Corinthians Santos

    Everaldo Janderson Corinthians Santos (Foto: Marcos Ribolli)

  • Segundo tempo

    O Santos voltou a campo com Evandro no lugar de Sandry no segundo tempo. Não por acaso, o meia, com 30 segundos em campo, já aparecia na área adversária tentando cabeceio para o gol. Mas qualquer estratégia de recuperação santista foi por água abaixo um minuto depois, quando Boselli recebeu de Luan e mandou um lançamento impecável para Janderson, que entrou em disparada na área e desviou do goleiro: 2 a 0. Na comemoração, por subir a escadaria junto à mureta e abraçar os torcedores (é proibido), o atacante levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso. O cenário abriu o jogo: o Santos se jogou para a frente, com mais um atacante (Uribe entrou no lugar de Jobson), e deu espaços ao adversário. Raniel obrigou Cássio a trabalhar, Boselli teve chance em contra-ataque, e o jogo deu sinais de que poderia ter mais gols. E até aconteceu, a favor do Santos, mas a arbitragem anulou o gol de Uribe por ver falta de Eduardo Sasha em disputa pelo alto com Fagner. O Peixe ainda reclamou de dois pênaltis ao longo da etapa final.

    Fagner dá carrinho em Felipe Jonatan

    Fagner dá carrinho em Felipe Jonatan (Foto: Luis Moura / Estadão Conteúdo)

  • A emoção de Everaldo

    Foram apenas nove jogos em um 2019 abalado por lesões. E, já no segundo jogo da nova temporada, o primeiro como titular, no primeiríssimo minuto, o gol… Não por acaso, Everaldo se emocionou quando acertou o chute cruzado na rede de Everson. Era uma espécie de recomeço para o jogador.

    Gol do Corinthians! Fagner cruza com a perna esquerda. Everaldo, dentro da área, bater cruzado e abrir o placar. 01' do 1ºT.

    Gol do Corinthians! Fagner cruza com a perna esquerda. Everaldo, dentro da área, bater cruzado e abrir o placar. 01′ do 1ºT.

  • O lamento de Sidcley

    Aos 38 minutos do primeiro tempo, Sidcley perdeu um gol incrível. Foi uma boa trama entre Fagner e Janderson pela direita. No cruzamento de Fagner, o lateral-esquerdo apareceu de surpresa na pequena área, sem marcação, e mandou para fora com a perna canhota.

    Sidcley sozinho dentro da pequena área bate embaixo da bola e ela sobe muito e vai para fora. 38' do 1ºT.

    Sidcley sozinho dentro da pequena área bate embaixo da bola e ela sobe muito e vai para fora. 38′ do 1ºT.

  • Janderson do céu…

    A alegria de Janderson, ao marcar o segundo gol do Corinthians, virou decepção. O atacante se empolgou e subiu na escada, junto à mureta, para abraçar os torcedores. O problema é que isso, por segurança, é proibido. E rende cartão amarelo. Como já tinha um, o jogador acabou expulso.

    Gol do Corinthians! Boselli lança Janderson, que faz 2 a 0 e é expulso em seguida

    Gol do Corinthians! Boselli lança Janderson, que faz 2 a 0 e é expulso em seguida

  • Não deu certo

    Prejudicado pela ausência de jogadores fundamentais (casos de Lucas Veríssimo, Soteldo, Sánchez, Marinho, entre outros), o Santos viu sua estratégia afundar. Jesualdo Ferreira mandou a campo um time mais marcador do que pensador, com três volantes de origem (Jobson, Sandry e Diego Pituca) e três atacantes (Kaio Jorge, Eduardo Sasha e Raniel). Faltou alguém para unir os setores. No segundo tempo, o treinador português tentou resolver o problema com a entrada de Evandro no lugar de Sandry, mas o segundo gol do Corinthians derrubou os planos santistas.

    Jesualdo Ferreira, técnico do Santos

    Jesualdo Ferreira, técnico do Santos (Foto: PETER LEONE/O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDO)

    Fonte: Globoesporte

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *