Covid-19: Teresina está entre as sete capitais com maior taxa de ocupação em leitos de UTI

“As taxas de ocupação de leitos de UTI revelam o pior cenário já observado, inclusive pela sua dispersão no país”, destaca o boletim, que analisou dados registrados entre 31 de janeiro e 20 de fevereiro.

Teresina está entre as sete capitais brasileiras com maior taxa de ocupação em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). As informações são de boletim divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) na sexta-feira (26) e aponta que o Sistema Único de Saúde (SUS) vive o momento mais crítico desde o início da pandemia de coronavírus.

Segundo a Fiocruz, pelo menos 17 capitais estão com ocupação igual ou superior a 80%. Destas, sete registraram índices acima de 90%. Entre elas, está Teresina.

  1. Porto Velho (RO): lotação de 100%
  2. Florianópolis (SC): lotação de 96,2%
  3. Manaus (AM): lotação de 94,6%
  4. Fortaleza (CE): lotação de 94,4%
  5. Goiânia (GO): lotação de 94,4%
  6. Teresina (PI): lotação de 93%
  7. Curitiba (PR): lotação de 90,0%

“As taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos revelam o pior cenário já observado, inclusive pela sua dispersão no país”, destaca o boletim, que analisou dados registrados entre 31 de janeiro e 20 de fevereiro.

Foto: Reprodução

O boletim também destaca o esgotamento dos profissionais de saúde diante da saturação do SUS, além do lento processo de vacinação no Brasil e o surgimento das novas variantes do vírus, mais contagiosas e pouco conhecidas pela ciência. Um dos pontos mais preocupantes, segundo a Fiocruz, é que o país está em “um patamar de intensa transmissão da Covid-19”.

RECORDE DE CASOS

Na sexta (26), o Piauí contabilizou recorde e registrou 21 mortes e 765 casos confirmados de Covid-19 em 24h. De acordo com dados da Secretária de Saúde do Piauí (Sesapi), dos leitos existentes na rede de saúde para atendimento à Covid-19, há 646 ocupados, sendo 380 leitos clínicos, 243 UTIs e 23 em leitos de estabilização.

 

Por Oitomeia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *