Em jogo quase não realizado, Flamengo e Palmeiras empatam em 1×1

Partida foi autorizada cinco minutos antes das 16h pelo TST. Após surto de Covid-19, Flamengo tinha apenas 4 jogadores do time titular ideal.

Teve jogo! O Palmeiras recebeu o Flamengo neste domingo, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, e o resultado foi 1 a 1, com os dois gols marcados no segundo tempo. O Tribunal Superior do Trabalho (TST) autorizou a partida apenas cinco minutos antes das 16h, e o duelo começou às 16h23 (no horário de Brasília).

O TST deferiu o recurso da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e acatou o pedido para autorizar a realização da partida entre as equipes, mesmo com 41 pessoas contaminadas com coronavírus no elenco do Flamengo, entre jogadores e funcionários. Era a última instância cabível, portanto, os jogadores tiveram até 30 minutos, no máximo, para entrar em campo e dar início ao compromisso.

Gerson foi um dos considerados titulares do Fla a entrar em campo contra o Palmeiras (Foto: Cesar Greco)
Gerson foi um dos considerados titulares do Fla a entrar em campo contra o Palmeiras (Foto: Cesar Greco)

Com o resultado deste domingo, o Alviverde agora soma 19 pontos, mantendo a quarta posição, ainda sem perder na competição – são quatro vitórias e sete igualdades. O Rubro-Negro tem um ponto a menos e a sexta colocação.

Próximos duelos

O próximo compromisso do Palmeiras será nesta quarta, às 19h15, contra o Bolívar, pela Libertadores. No sábado, recebe o Ceará pelo Brasileirão. Já o Flamengo tem confronto marcado com o Independiente Del Valle também na quarta, mas às 21h30, enquanto no torneio nacional receberá o Athletico-PR no domingo, às 16h.

Vale lembrar ainda que o Saferj (Sindicato dos Atletas do Rio de Janeiro) conseguiu uma liminar que deixa o Rubro-Negro em quarentena por 15 dias, inclusive proibido de treinar. No entanto, da mesma forma que aconteceu neste domingo, ainda é cedo para afirmar se a decisão será mantida até a quarta-feira.

Liminar cai cinco minutos antes do jogo

Depois de dias de incertezas nos bastidores, o TST autorizou pedido da CBF para a bola rolar. Na última semana, o Flamengo confirmou 41 pessoas, entre jogadores e funcionários, inclusive o próprio técnico Domènec Torrent, com coronavírus. Depois disso, o clube carioca pediu o adiamento da partida contra o Palmeiras.

A história foi ganhando capítulos dia a dia, com uma série de pedidos, adiamentos e retomadas. A CBF e o Palmeiras defenderam a permanência da data, enquanto o Rubro-Negro, junto do Sindeclubes (sindicato dos times cariocas), conseguiu a suspensão do jogo junto do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro. O capítulo final se deu neste domingo, minutos antes da partida.

Primeiro tempo: início morno, final quente

O Rubro-Negro foi com um time bastante remendado, com apenas alguns titulares – Thiago Maia, Gerson, Arrascaeta e Pedro. Do outro lado, o Verdão foi com força total, inclusive com o retorno de Patrick de Paula.

O Flamengo mostrou, ao contrário do previsto por toda a situação, tranquilidade em campo, tanto que foi do time as primeiras chances do jogo, em faltas mais perto da área. O Palmeiras, por outro lado, iniciou bastante lento e até sem ritmo.

Aos 23, após jogada trabalhada pela direita e meio, a bola foi para Veron, que chutou para fora, ao lado direito da trave de Hugo. A resposta veio no ataque seguinte, com uma boa defesa de Weverton após chute forte de Pedro. Aos 36, Gabriel Menino mandou de longe, direto nas mãos do goleiro.

Dois minutos depois, em contra-ataque pela esquerda, Arrascaeta acertou um belo chute, mas o goleiro palmeirense realizou outra grande defesa e impediu a abertura do placar. O final da primeira etapa foi um pouco mais competitivo, com um jogo mais aberto e com a tentativa de criações de ambos os lados – Zé Rafael obrigou Hugo a trabalhar no finalzinho.

Segundo tempo: pegando fogo!

A primeira chance veio com o Palmeiras, aos quatro minutos, após tabelinha na entrada da área e chute de Raphael Veiga, que entrou no intervalo. Propondo mais o jogo, o time da casa foi premiado aos nove minutos, com um chute de fora da área de Patrick de Paula, desviado, que acabou enganando o goleiro e entrando no gol. Mal deu tempo de comemorar, já que Pedro, bem posicionado, mandou para o fundo das redes após cruzamento de Arrascaeta.

Pouco tempo depois, Hugo precisou realizar um milagre para tirar a bola de Luiz Adriano. Viña arrancou pela esquerda e cruzou para o camisa 10, que tentou de cabeça e parou nas mãos do arqueiro. Aos 23, tabela entre Lincoln, Pedro e Arrascaeta, que chutou forte à direita de Weverton. Na sequência, boas chances com Luiz Adriano e Lincoln.

Os times continuaram buscando oportunidades até o final, com bastante intensidade, principalmente pela entrada de alguns nomes na segunda etapa e um “abafa” nos minutos finais. Ainda assim, o placar manteve-se empatado em 1 a 1, mais benéfico para os visitantes, que jogaram sem grandes nomes do seu elenco.

Melhores momentos:

 

Ficha técnica

PALMEIRAS 1 x 1 FLAMENGO

Data/horário: 27 de setembro de 2020, às 16h (de Brasília)

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Assistentes: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Cartões amarelos: Gabriel Menino, Felipe Melo, Lucas Lima e Zé Rafael (Palmeiras); Guilherme Bala e João Lucas (Flamengo)

GOLS: Patrick de Paula, aos 9’/2º T (PALMEIRAS); Pedro, aos 10’/2º T (FLAMENGO).

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez, Matías Viña; Patrick de Paula, Gabriel Menino (Raphael Veiga, intervalo), Zé Rafael (Bruno Henrique, aos 25’/2º T), Lucas Lima (Rony, aos 14’/2º T); Gabriel Veron (Willian, intervalo) e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Flamengo: Hugo Souza; João Lucas (Yuri, aos 35’/2º T), Natan, Otávio, Ramon; Thiago Maia, Gerson, Arrascaeta; Lincoln (Lázaro, aos 32’/2º T), Guilherme Bala (Richard Rios, aos 25’/2º T) e Pedro. Técnico: Jordi Guerrero (Domènec Torrent está afastado por coronavírus).

Por LANCE!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *