Em Picos, réu é condenado a 26 anos de prisão por ter assassinado o próprio irmão

O réu, Pedro Santos Cantídio, foi condenado a mais de 26 anos de reclusão durante sessão do Tribunal do Júri ocorrida nesta quinta-feira (16). O homem é o autor do assassinato que tirou a vida do próprio irmão, Daniel Santos Cantídio, a pedradas. O crime ocorreu em 07 de dezembro de 2019, no bairro Morada do Sol, em Picos.

A sessão do júri foi presidida pela juíza da 5ª Vara da Comarca de Picos, Nilcimar Rodrigues de Araújo, onde foram ouvidas oito testemunhas arroladas por defesa e acusação. O procedimento judicial ainda contou com a participação do promotor de justiça da 5ª Promotoria, Francisco Rodrigues de Assis Santiago Júnior, e o defensor público, Leonardo Bandeira.

A sentença do julgamento foi proferida às 21h, onde o corpo de jurados deciciu pela condenação de Pedro Santos Cantídio. Por ser réu primário, o homem teve a pena amortizada para 22 anos.

O julgamento aconteceu três anos e seis meses após o crime. O réu Pedro Santos Cantídio se entregou dois dias após o crime e teve a prisão preventiva decretada. Desde então o mesmo seguia preso na Peninteciária José de Deus Barros.

 

Fonte: Paula Monize/Cidade Verde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais