Em show feito para testar transmissão da Covid, ninguém é contaminado

Espectadores não precisaram de distanciamento, mas tinham que ficar com máscara PFF2/N95 durante todo o evento

Em dezembro de 2020, antes do começo da vacinação, um grupo de cientistas de Barcelona, na Espanha, reuniu 500 pessoas em uma arena fechada para uma festa com cinco horas de música ao vivo e DJ. O objetivo da aglomeração, que permitia descartar o distanciamento físico mas obrigava os participantes a usar máscara N95/PFF2, era estudar a transmissão da Covid-19 neste tipo de evento.

No entanto, de acordo com a pesquisa, publicada na quarta-feira (26/5), na revista científica The Lancet Infectious Diseases, nenhum dos participantes foi contaminado durante o experimento. Os protocolos usados na festa poderão ajudar a criar maneiras seguras para se retomar os eventos em lugares fechados ao redor do mundo com segurança.

Durante o show, todos os participantes usaram máscaras, e só podiam retirá-las rapidamente para consumir bebidas do bar, em uma área delimitada. Havia também um fumódromo com capacidade para 20 pessoas de cada vez, onde o distanciamento era obrigatório.

Para garantir que os espectadores ficassem confortáveis, a temperatura no local foi ajustada para cerca de 21 graus. A arena, fechada, não possui janelas, mas as portas ficaram abertas para ajudar na ventilação. Todos os participantes fizeram testes rápidos de antígeno antes de entrar no evento.

Por Metrópoles

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *