Equipamentos de exames do Piauí vão parar em outro estado e caso é investigado

O Ministério Público do Piauí, através da promotoria de justiça da Uruçuí, converteu notícia fato em inquérito civil com o objetivo de investigar supostas irregularidades no Hospital Regional Senador Dirceu Arcoverde, naquela cidade.

O inquérito vai apurar suposta alocação irregular de aparelhos de mamografia e raio-X pertencentes ao hospital de Uruçuí no hospital de Benedito Leite (MA), cidade vizinha.

Em visita  guiada, feita de modo telepresencial, através de vídeo, o diretor da unidade de saúde informou que a medida se fez necessária em virtude da adequação do hospital ao atendimento dos pacientes com Covid-19, o que resultou na necessidade de espaço físico, e que além disso, os aparelhos não estavam sendo utilizados em virtude da suspensão dos procedimentos eletivos, decorrente da pandemia.

O promotor Edgar dos Santos Bandeira Filho levou em consideração que não havia autorização legal ou regulamentar para a cessão dos aparelhos de mamografia e Raio-X para o município de Benedito Leite, uma vez que a própria Secretaria de Saúde se manifestou contrária a cessão.

Também foi considerado que as explicações do diretor do hospital foram contraditórias, posto que no dia 20 de julho de 2020 que os aparelhos estariam no hospital de Benedito Leite, mas que no ofício em que respondeu as solicitações da promotoria de justiça, disse que “os equipamentos ficarão no anexo do Hospital Regional Senador Dirceu Arcoverde em Uruçuí, demonstrados e subutilizados”.

Uma série de diligências foram determinadas pelo promotor para apuração do caso.

 

Por 180graus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *