MunicípiosÚltimas

Estudantes da Uespi de Picos bloqueiam BR-316 em protesto contra falta de professores

De acordo com alunos do campus, cursos estão com disciplinas paradas por falta de professores. A rodovia foi bloqueada às 9h e desobstruída por volta das 10h30 desta quarta-feira (30).

Estudantes do campus da Universidade Estadual do Piauí na cidade de Picos, a 314 km de Teresina, bloquearam parcialmente a rodovia BR-316 em um protesto para chamar a atenção para a falta de professores. Segundo os estudantes, alguns cursos estão com disciplinas atrasadas por falta de docentes. A rodovia foi bloqueada às 9h e desobstruída por volta das 10h30 desta quarta-feira (30). A TV Clube procurou a Uespi, que ainda não se pronunciou sobre o protesto e as demandas.

Os problemas da universidade encorajaram os membros do Diretório Central dos Estudantes (DCE) a iniciarem um movimento para debater os problemas da universidade. Além do bloqueio, o movimento Mobiliza Uespi tem realizado debates e mesas redondas entre alunos e professores desde essa terça-feira (29).

De acordo com o relato dos estudantes, o curso em uma das piores situações de desfalque de profissionais é o de comunicação social – jornalismo. Seriam quatorze disciplinas sem professor. A estudante Suyanne Maewsck, no sexto período do curso, contou que tem ido ao campus apenas duas vezes por semana. “Tenho três disciplinas descobertas neste período e mais uma do quinto”, disse.

Estudantes bloquearam parcialmente a BR-316 em protesto contra falta de professores no campus da Uespi de Picos, no Piauí — Foto: João Pedro/ Arquivo Pessoal

Já os cursos de tempo integral sofrem por falta também de salas de aula e equipamentos. A estudante Mirlandia de Holanda, do curso de engenharia agronômica, conta que os alunos não têm um laboratório para trabalhar.

“Agronomia é um curso integral, com aulas de manhã e à tarde. Outros cursos precisam das salas à tarde. A gente está tendo aula no laboratório de informática, no laboratório de biologia, no auditório… Porque não tem sala”, relatou.

Fonte: G1 PI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais