Genro de Mão Santa, PMs e dono de cartório são alvos de operações: grilagem e milícia

Duas operações foram deflagradas na manhã desta terça-feira (28/05) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) com o objetivo de combater um grupo suspeito de praticar grilagem de terras no litoral do Piauí.

Mandados são cumpridos em Teresina, Parnaíba e Luís Correia e um dos alvos é o esposo da filha do prefeito de Parnaíba, Mão Santa. Luís Nunes Neto é casado com a delegada Cassandra Moraes Souza e teria  fugido após a chegada da polícia na Zona Leste de Teresina.

Genro do prefeito Mão Santa e Cassandra
Genro do prefeito Mão Santa e Cassandra

Uma das operações, a ‘Nullius Terram’ investiga as pessoas que seriam líderes do esquemas para posse de terras de forma irregular. 

A outra operação é a ‘Sal da Terra’, onde  policiais militares estariam envolvidos na formação de milícia armada, no município de Luís Correia.

A casa do dono de um cartório no litoral também foi alvo da operação, que conta com apoio dos policiais da Divisão de Operações Especiais (DOE) da Polícia Civil.

Um empresário identificado como Madson foi preso durante a operação.

Confira a nota do MP:  
O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio do GAECO, e a Polícia Civil do Piauí deflagraram na manhã de hoje (28/05/2019), em Luís Correia e Teresina, as operações “Nullius Terram” e “Sal da Terra”, a fim de dar cumprimento a dez mandados de busca e apreensão e a um mandando de prisão.

As operações têm como objetivo, respectivamente, apurar a prática de grilagem de terras e investigar a formação de milícia armada, no município de Luís Correia.

A mobilização tem por finalidade o levantamento de elementos probatórios a serem utilizados nas investigações coordenadas pelo Ministério Público.

 

Aguarde mais informações em instantes

 

Fonte: 180graus

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *