Governo criará bandeiras de risco para liberar comércio; assista explicação do governador

“Quem vai dizer a data de retomada das atividades são os resultados da segurança em saúde no Piauí”, a afirmação é do  governador Wellington Dias (PT) ao falar sobre os critérios que serão adotados pelo governo para a retomada gradual das atividades.

O decreto de isolamento social encerra dia 7 de junho e há previsão de retomada das atividades econômicas na semana seguinte. O governador antecipou que o governo adotará dois critérios fundamentais para a flexibilização.

1) a taxa de transmissibilidade esteja igual ou abaixo de 1.

“Estávamos em 2.8, 2.4, 2.0, chegamos a 1.8 e agora 1.6. Estamos no caminho certo de reduzir a transmissibilidade”.

2) Redução no número de pessoas infectadas;

“A avaliação que a gente faz é que preciso que se tenha mais pacientes recebendo alta do que pacientes chegando para internação, especialmente em UTI para a gente ter segurança em dar um passo e cada passo será dado com muita responsabilidade”.

Classificação de risco alto, médio e baixo

O governador informou que no protocolo que está sendo elaborado as empresas serão classificadas em bandeira de alto, médio e baixo risco de transmissão da covid-19.

“Vai ter uma classificação de alto risco, médio e baixo risco. É isso que vai dizer quem será liberado e quem não será liberado”, disse.

Wellington Dias afirmou que trabalha para apresentar o protocolo na próxima terça-feira (2). As regras de flexibilização estão sendo discutidas com os setores produtivos e prefeitos municipais.

Bases para a liberação:

Retorno de forma gradual
Segmentada
Regionalizada

Setores classificados por bandeira:

Verde
Amarela
Vermelha

O governador informou que o estado será dividido em oito regiões para melhor acompanhamento dos casos da covid-19.

Flash Yala Sena/Cidadeverde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *