Homem é preso suspeito de matar filho de sete meses e manter esposa, sogra e filho de dois anos em cárcere privado em Elesbão Veloso

Suspeito negou ter matado o filho mais novo, atribuindo a autoria ao filho de dois anos. Mas admitiu, segundo a Polícia Militar, manter a esposa em cárcere privado por ter “ciúmes” da mulher.

Um homem identificado apenas pelas iniciais R.S.S., 36 anos, foi preso na segunda-feira (28) suspeito de matar o próprio filho de sete meses agredido e de manter em cárcere privado a esposa, a sogra e o filho de dois anos. O caso aconteceu no bairro Matias, em Elesbão VelosoAs informações são do G1 PI.

Segundo a Polícia Militar, a prisão aconteceu na casa onde a família vivia, após denúncias de Conselheiros Tutelares da cidade. Chegando ao local, os policiais testemunharam esposa, sogra e filho do homem sob cárcere.

A mulher do suspeito, de 20 anos, contou a situação que vivia com o filho e a mãe, 61 anos. Ela contou ainda, segundo os policiais, que sofria ameaças e agressões do homem e que ele teria matado o filho mais novo do casal porque a criança chorava demais.

“Outro fato relatado pela vítima diz respeito à morte recente do filho do casal, um bebê de apenas sete meses. Ela e sua mãe afirmam que R.S.S. teria matado a criança por esta chorar muito. Sendo que, logo após o ocorrido, R.S.S teria ameaçado a companheira e a sogra, acaso contassem a verdadeira causa da morte”, informou a PM em nota.

Não há ainda informações sobre como a criança foi morta, quando o crime aconteceu e nem onde o corpo foi deixado.

Após a prisão, segundo a polícia, questionado sobre as acusações, o homem confirmou que mantinha a família em cárcere privado por ter ciúmes de sua companheira.

Ele negou a autoria do assassinato do filho mais novo e afirmou que foi seu filho de dois anos o autor da morte do bebê.

A polícia verificou ainda que havia um mandado de prisão em aberto expedido pela 2ª Vara da Comarca de Presidente Dutra-MA, contra o homem, pelos crimes de cárcere privado, ameaça, lesão corporal e violência doméstica.

O homem foi preso e apresentado à Delegacia de Polícia Civil de Elesbão Veloso. O titular, delegado Felipe Andrade, colheu depoimentos na manhã desta terça (29) sobre o caso, que está sob investigação.

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *