Irregularidades na gestão de Batalhão da Polícia Militar é alvo de investigação no Piauí

O Ministério Público do Piauí, através da promotoria de justiça de São Raimundo Nonato, instaurou inquérito civil público para investigar supostos atos de improbidade praticados por Marcos Antônio Hortêncio Santos, responsável pela gestão das contas do 11º Batalhão da Polícia Militar, no período de 01/01/13 a 31/12/2013.

As irregularidades investigadas são  atraso no envio de documentos nas prestações de contas mensais e ausência de licitação na contratação de serviços e aquisição de peças de veículos.

O Tribunal de Contas do Piauí apontou irregularidades nas contas de gestão do referido batalhão, condizentes no atraso de prestação de contas e fracionamento de despesas.

A promotora Gabriela Almeida de Santana determinou uma série de diligências para apuração do caso.

Por 180graus

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *