Jesus marca, City vence Leicester e abre 17 pontos de vantagem na liderança

O Manchester City teve dificuldades, mas venceu o Leicester por 2 a 0 fora de casa na tarde deste sábado (3) e segue com ampla vantagem na briga pelo título do Campeonato Inglês.

O primeiro gol do City foi marcado por Mendy, que aproveitou a sobra dentro da área, limpou a marcação e com muita tranquilidade colocou a bola no canto esquerdo do goleiro.

O segundo foi do brasileiro Gabriel Jesus, que passou para Sterling e recebeu de volta dentro da área.

O resultado leva o líder Manchester City aos 74 pontos em 31 jogos, 17 a mais que o Manchester United, vice-líder. O Leicester permanece com 56 pontos e na 3ª posição.

Antes de jogar a próxima rodada do Inglês, o City enfrenta o Borussia Dortmund pelas quartas de final da Liga dos Campeões, na terça-feira (6).

O City chegou a abrir o placar logo aos 5 minutos com o brasileiro Fernandinho, mas Aguero estava em posição irregular no momento do chute do brasileiro e atrapalhou a visão de Schmeichel.

Em outra boa chance, De Bruyne cobrou falta pela meia-esquerda e a bola explodiu no travessão de Schmeichel.

No fim do primeiro tempo o City teve duas outras boas oportunidades. Gabriel Jesus passou de calcanhar para Mahrez, que para outra defesa do goleiro dinamarquês. Na sequência, Jesus recebeu dentro da área, limpou a marcação e chutou por cima do gol.

O Leicester pouco chegou, mas marcou já nos acréscimos com o inglês Vardy, mas estava impedido e o gol foi anulado.

Embora tivesse o domínio da partida, o City não conseguia marcar. Até que em um cruzamento da ponta direita a defesa impediu que a bola chegasse ao brasileiro Gabriel Jesus, mas na sobra Mendy limpou a marcação e chutou no canto esquerdo do goleiro.

O aniversariante do dia marcou o dele aos 29 minutos do segundo tempo. Gabriel Jesus recebeu de De Bruyne e deixou Sterling livre na frente do goleiro, mas o inglês deixou a marcação e tocou para Jesus empurrar para as redes.

Mahrez ainda perdeu a chance de marcar depois de Jesus recuperar a bola já no ataque e passar para De Bruyne, que só rolou a bola para o argelino finalizar para fora.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *