Jovens são presas acusadas de executar adolescente de 14 anos em Teresina

A jovem desapareceu após supostamente ter sido levada por um grupo de criminosos na região da Vila Irmã Dulce, na zona Sul de Teresina

A Polícia Civil do Piauí, através do Núcleo de Feminicídio, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deu cumprimento na manhã desta quinta-feira, 9 de junho, a dois mandados de prisão temporária contra duas jovens de iniciais I. T. S. A e A.V.S.C de 19 e 20 anos, que são acusadas de participação na morte da Maria Camila Ferreira, de 14 anos, em abril desse ano, no Povoado Extrema, na região da Usina Santana, zona Sudeste de Teresina.

A jovem desapareceu após supostamente ter sido levada por um grupo de criminosos na região da Vila Irmã Dulce, na zona Sul de Teresina. Os familiares iniciaram uma campanha nas redes sociais e buscam por informações a respeito do paradeiro da jovem.

Em entrevista ao repórter Matheus Oliveira, da Rede Meio Norte, a delegada Nathália Figueiredo, titular da Delegacia Especializada de Feminicídio, declarou que foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão temporária.

Delegada Nathalia Figueiredo do Núcleo de Feminicídio do DHPP - Foto: Matheus OliveiraDelegada Nathalia Figueiredo do Núcleo de Feminicídio do DHPP – Foto: Matheus Oliveira

“Uma das suspeitas ocupa posição de liderança no mundo do crime na região, mas com relação a dinâmica do homicídio da adolescente ainda estamos em fase de apuração se ela deu a ordem ou foi a própria executora do crime. O que já temos comprovado é o envolvimento das duas nesse crime. Estamos em fases de diligencias, outivas sendo realizadas e não descartamos a participação delas em outros crimes”, declarou.

Ainda de acordo com a delegada, já existem alguns indícios com relação a motivação, mas como a investigação ainda está acontecendo, não podem ser divulgadas. “Ainda existe um mandado de prisão a ser cumprido e não descartamos os indícios das presas integrarem uma facção criminosa”, acrescentou.

Nathália Figueiredo ressaltou ainda que todas as delegacias do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), participaram da ação policial que resultou na prisão das jovens.

O caso

A jovem desapareceu após supostamente ter sido levada por um grupo de criminosos na região da Vila Irmã Dulce, na zona Sul de Teresina. Os familiares iniciaram uma campanha nas redes sociais e buscam por informações a respeito do paradeiro da jovem.

A adolescente estava com as mesmas vestimentas de quando desapareceu, o que ajudou na identificação. As circunstâncias e causas da morte ainda não foram divulgadas e serão investigadas. No entanto, o corpo apresentava sinais de violência. 

Por Meio Norte

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *