Justiça condena a 31 anos de prisão homem que matou filha a facadas em Pimenteiras

O Tribunal do Júri da Comarca de Valença do Piauí, presidido pelo juiz Franco Morette Felício de Azevedo, condenou a 31 anos de reclusão o réu Leonardo Irving Daniel da Silva, de 27 anos, acusado de matar com sete facadas a filha, na cidade de Pimenteiras. O crime aconteceu em 21 de fevereiro de 2018.

Na sentença, foi afastada a tese defensiva da inimputabilidade do acusado, bem como, da semi-imputabilidade. Foram ainda reconhecidas as quatro qualificadoras, quais sejam, motivo fútil, torpe, meio cruel e mediante impossibilidade de defesa da vítima. Foi também reconhecida a causa de aumento da pena em razão da vítima ser menor de 14 anos, e a agravante em razão desta ser filha do acusado.

O réu não poderá recorrer em liberdade, pois, segundo a sentença, há elevado grau de periculosidade, e, principalmente, porque a pena aplicada perante o Tribunal do Júri ultrapassa 15 anos.

Sobre o crime
O pai e a mãe da criança tiveram uma discussão, e com raiva, ele teria desferido os golpes na menina de dois anos. A mãe teria ido buscar a filha que estava com o pai, quando ocorreu a tragédia.

O suspeito teria surtado e a criança ainda chegou a ser levada para o hospital de Pimenteiras, mas já chegou lá sem vida.

 

Por 180graus

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *