Libertadores, Copa do Brasil, Paulista, Carioca, Fórmula 1. Globo, agora, perde exclusividade na Copa do Mundo

A emissora carioca, que vive a maior crise de sua história, acaba de ‘abrir mão’ da exclusividade na Copa do Qatar. Justo na transmissão digital. Algo impensável. O monopólio no esporte acabou de vez.

Outro golpe pesadíssimo no futebol da Globo.

Justamente no futuro que a emissora carioca visualiza para o esporte predileto do brasileiro: o mundo digital.

Depois da Libertadores, do Campeonato Paulista, do Campeonato Carioca, da Copa América, parte das Eliminatórias, da Fórmula 1, chega outra derrota pesadíssima.

Por conta da briga jurídica pela redução do preço da transmissão da Copa do Mundo de 2022, a Fifa impôs o preço de 8 milhões de dólares, cerca de R$ 43 milhões, pela exclusividade do Mundial pela internet.

Vivendo a maior crise financeira de sua história, a Globo não teve outra saída. A não ser desistir.

Ou seja, haverá outro veículo na internet mostrando os jogos do Mundial.

O que seria algo impensável anos atrás.

A relação de parceria “eterna” com a Fifa sofreu abalo quando a emissora entrou na Justiça brasileira, no ano passado. Motivo: não queria pagar a parcela de R$ 90 milhões, combinada para ser bancada em 2020, pelo direito de transmissão do Mundial do Qatar.

A cúpula da Fifa protestou. Houve o impasse jurídico, mas a Globo ganhou. Só que a emissora decidiu procurar a entidade para um novo acordo. Houve, sigilioso.

Mas a prova de que a situação não continuou a mesma veio à tona hoje, com a Fifa cobrando os R$ 43 milhões pela exclusividade dos jogos pela internet.

Redes sociais já se assanham para “aproveitar a oportunidade”.

A Globo também acaba de perder a exclusividade da transmissão do Campeonato Mineiro.

A emissora alegou que não teria como manter a mesma oferta de R$ 43 milhões pelo torneio, como vinha fazendo.

Ela aceita que outra emissora mostre os jogos.

Mas a possibilidade maior é que ela perca o torneio.

O monopólio da Globo no esporte acabou de vez…

 

COSME RÍMOLI | Do R7

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *