Marcelo marca, celebra de joelhos e Real vence na volta ao Espanhol

Em seu primeiro compromisso no retorno do Campeonato Espanhol, o Real Madrid não foi brilhante, mas mostrou eficiência para vencer o Eibar por 3 a 1 neste domingo, no Estádio Alfredo Di Stéfano, pela 28ª rodada. O brasileiro Marcelo foi um dos destaques, por balançar as redes e por protestar contra o racismo.

O triunfo reduz a desvantagem do Real Madrid em relação ao líder Barcelona para dois pontos – 61 a 59. Como tem vantagem no confronto direto, o time madrilenho precisa apenas igualar a pontuação do arquirrival para assumir a liderança. O Eibar é o 16º colocado, com 27 pontos, e briga para se distanciar da zona de rebaixamento.

No acanhado Alfredo Di Stéfano, local que abriga os jogos do time B e nova casa do Real Madrid enquanto não terminam as obras do Santiago Bernabéu, o que acontecer apenas depois do fim da temporada, a equipe madrilenha teve uma atuação protocolar. Não precisou forçar muito para se impor e foi capaz de construir o placar com naturalidade, de modo que precisou de 37 minutos para fazer seus três gols.

Todos os gols da equipe de Zidane, que aproveitou bem a alteração na regra que permite cinco substituições e conseguiu rodar um pouco o elenco, saíram no primeiro tempo. Tony Kroos abriu o placar em bela finalização por cobertura; Sergio Ramos aproveitou passe de Benzema para ampliar e Marcelo fez o terceiro em bonito chute cruzado de canhota.

Em vez de comemorar, Marcelo optou por protestar ajoelhado no gramado e com o punho direito cerrado e levantado, ecoando as manifestações contra o racismo, que ganharam força após o ex-segurança George Floyd, homem negro de 46 anos, ser morto asfixiado por um policial em Minneapolis, nos Estados Unidos.

No segundo tempo, o Eibar descontou com Bigas e, com a diminuição de ritmo dos donos da casa, até chegou a exercer uma pressão, obrigando Courtois a trabalhar. No entanto, a reação não passou disso.

Todos os brasileiros do elenco tiveram chance de atuar. Rodrygo foi titular e saiu para a entrada de Bale. Casemiro e Marcelo jogaram toda a partida, e Militão e Vinicius Junior entraram na etapa final, nas vagas de Sergio Ramos e Hazard.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *