Ministério da Defesa convoca ministro Alexandre de Moraes por informações sobre depoimento de hacker

O Ministério da Defesa anunciou que convocará o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, para obter informações relacionadas ao depoimento de Walter Delgatti Neto, o hacker que fez revelações polêmicas sobre a deputada Carla Zambelli. A solicitação acontece após a Polícia Federal, liderada pelo diretor-geral Andrei Rodrigues, informar ao ministro José Múcio Monteiro que as investigações estão sob sigilo e que o pedido deveria ser direcionado a Moraes, relator do caso no STF.

Delgatti Neto declarou à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que, por ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro, visitou o Ministério da Defesa cinco vezes. Ele afirmou que o objetivo era disseminar informações incorretas sobre o sistema eleitoral brasileiro.

Dentro deste cenário, Múcio se reuniu com Flávio Dino, ministro da Justiça e Segurança Pública, que posteriormente teve um encontro com Rodrigues. Dino, ao abordar a situação, ressaltou a importância do diálogo com as instituições militares e mencionou a busca por um novo equilíbrio entre o poder civil e as instituições militares.

No depoimento, Delgatti alegou, sem provas, que a ordem de Bolsonaro para questionar a segurança do sistema eleitoral veio através do assessor especial Marcelo Câmara. O hacker também detalhou suas visitas ao Ministério da Defesa, onde supostamente se encontrou com o ex-ministro Paulo Sérgio Nogueira e a equipe técnica da pasta. Delgatti também declarou que Bolsonaro teria lhe oferecido um indulto se assumisse ter grampeado Moraes.

A defesa do ex-presidente Bolsonaro nega veementemente as alegações e entrou com uma queixa-crime contra Delgatti por calúnia e difamação.


Fonte: Foto de Hora Brasília Hora Brasília


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais