Ministério Público emite parecer favorável à anulação da convenção do PCdoB de Picos

Parecer foi emitido neste domingo, 27 de setembro, pelo promotor eleitoral Antônio César Gonçalves Barbosa.

POR JOSÉ MARIA BARROS/INFORMA PICOS

O promotor eleitoral, Antônio César Gonçalves Babosa, emitiu parecer favorável à nulidade da convenção partidária do PCdoB de Picos realizada no último dia 12 de setembro nas dependências da quadra poliesportiva do Colégio Santa Rita.

Segundo apurou o Informa Picos, na ocasião, por 14 votos a 7, os convencionais do partido barraram a candidatura a vereador do ex-tesoureiro da Prefeitura local, Raniery Dantas Lima. Também não foi homologada a candidatura de Francilene Antônia da Conceição e os dois recorreram à justiça.

O representante do Ministério Público, promotor Antônio César Gonçalves Barbosa, emitiu seu parecer neste domingo, 27 de setembro. A decisão agora cabe ao juiz da 10ª Zona Eleitoral de Picos, Fabrício Paulo Cysne de Novais. No dia 16 de setembro, o magistrado postergou a apreciação do pedido de tutela antecipada em ação interposta por Raniery Dantas Lima, e também por Francilene Antônia da Conceição.

Parecer

Após analisar os argumentos de Raiery Lima e da direção do PCdoB, o promotor eleitoral, Antônio César Gonçalves Barbosa escreveu: “A verdade é que o conjunto probatório carreado aos autos mostra-se suficiente para embasar a procedência do pedido exordial. Diante disso, pelas razões supra, opina o Ministério Público Eleitoral é pelo julgamento procedente do pedido, declarando-se a nulidade da convenção partidária do PCdoB de Picos, realizada no dia 12 de setembro de 2020”.

Na oportunidade, além de Raniery Dantas Lima, a convenção partidária do PCdoB barrou a candidatura à vereadora de Francilene Antônia da Conceição, esposa do secretário municipal de Obras, Habitação e Urbanismo, Reginaldo Osvaldo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *