MP apura vacinação de 2 prefeitos contra covid-19 no interior do Piauí

Em Guaribas e Uruçuí, prefeitos estiveram entre os primeiros na fila da vacinação contra a Covid-19.

O Ministério Público do Estado do Piauí informou, nesta quarta-feira (20/01), que dois prefeitos piauienses que receberam doses da vacina Coronavac, contra a Covid-19, serão alvos de procedimento para apurar a regularidade da campanha de imunização nos seus municípios.

Tanto o prefeito de Uruçuí, Dr. Wagner Coelho (PP), como o prefeito de Guaribas, Joercio Matias (MDB), estiveram entre os primeiros na fila da vacinação.

No caso de Dr. Wagner, pelo menos dois critérios foram atendidos. Além de ser idoso, com 74 anos, ele é médico e atende na rede municipal. Para Uruçuí, que possui 338 profissionais de saúde, foram enviadas 115 doses da Coronavac.

Ainda assim, o promotor de Justiça Edgar Bandeira informou que vai instaurar procedimento para apurar se a vacinação está ocorrendo de acordo com a normativa do Ministério da Saúde, responsável pela distribuição das doses da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Já em Guaribas, o prefeito Joercio não é médico ou enfermeiro, nem atende ao critério de idade. Com apenas 40 anos, ele aparece em fotos publicadas nas redes sociais recebendo a vacina. A cidade tem 45 trabalhadores em saúde e recebeu apenas 26 doses do imunizante.

Segundo a assessoria do Ministério Público, o promotor José Marques Lages instaurou notícia de fato para averiguar a denúncia e quais medidas podem ser adotadas para responsabilizar possíveis irregularidades cometidas pelo gestor.

O MP informou ainda que o promotor Eduardo Palácio, de Pio IX, também vai investigar o cumprimento das regras de vacinação no município, bem como o atendimento ao público alvo.

Por Meio Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *