Neymar tentava reatar com Bruna na mesma época de suposto assédio, diz jornal

Neymar, que está novamente envolvido em polêmica fora dos gramados, tentava voltar com Bruna Marquezine na época em que teria cometido o suposto assédio sexual a uma funcionária da Nike , empresa que foi sua patrocinadora durante anos. O episódio teria acontecido em junho de 2016, em Nova York, após uma festa que celebrava Michael Jordan e um novo tênis da estrela do basquete. As informações são do iG/ Gente. 

Segundo o jornal Extra, na mesma época em que Neymar e Bruna Marquezine já ensaiavam uma reconciliação após idas e vindas de um namoro que começou em 2012. A especulação de uma retomada do relacionamento começou em meados de 2016 e culminou com Neymar abraçando Bruna na arquibancada do Maracanã, dedicando a medalha de ouro da seleção brasileira nas Olimpíadas daquele ano a ela.

Naquele jogo, Neymar usava uma faixa na cabeça escrita “100% Jesus”. Fontes ligadas ao casal diziam que ele estava tentando de tudo para provar a Bruna que tinha mudado e amadurecido. A atriz, por sua vez, estava frequentando cultos evangélicos e chegou a ir algumas vezes na Igreja Anabatista com a amiga Leticia Almeida e também a participar de encontros com a cantora gospel Priscilla Alcântara.

O namoro foi assumido em dezembro do mesmo ano, quando Neymar deu uma festa de réveillon na mansão de Mangaratiba, na Região da Costa Verde, com toda a família da namorada presente.

Neymar e Bruna terminaram o namoro em definitivo em 2018, após a Copa do Mundo na Rússia. Marquezine assumiu neste ano o relacionamento com Enzo Celulari . O jogador nunca assumiu publicamente outro relacionamento em público.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *