Novo decreto determina medidas para evitar aglomeração em bancos e lotéricas de Teresina

Caso não cumpra as determinações, os estabelecimentos ficarão sujeitos à aplicação de multa, interdição total da atividade e cassação se alvará de localização e funcionamento.

Por Laura Moura, G1 PI

O prefeito Firmino Filho (PSDB) assinou um novo decreto que determina medidas para evitar aglomeração em bancos, lotéricas e demais instituições financeiras em Teresina. Os locais terão 72 horas, a contar a partir desta quinta-feira (30), para se adequar às determinações.

O decreto recomenda que esses locais só permitam a entrada de pessoas usando máscaras e distribuam o equipamento de proteção para os funcionários, além de orientar sobre o manuseio correto. O distanciamento de dois metros também deve ser cumprido pelos profissionais do estabelecimento.

Conforme o decreto, deverá ser cumprido a distância mínima de dois metros entre pessoas e entre filas dentro e fora do estabelecimento. É sugerido que bancos e instituições financeiras disponibilizem funcionários para organizar filas, principalmente as externas, com marcações nas calçadas e dando orientações sobre os serviços buscados.

As instituições financeiras devem disponibilizar álcool em gel 70% para os clientes e funcionários e devem garantir a desinfecção do ambiente, utilizando hipoclorito de sódio ou álcool 70%, de superfícies e objetos como balcões, bancadas, maçanetas, corrimãos interruptores, máquinas de cartão, caixas eletrônicos e outros itens tocados constantemente.

Caso não cumpra as determinações, os estabelecimentos ficarão sujeitos a aplicação de multa, interdição total da atividade e cassação se alvará de localização e funcionamento.
Bancos e lotéricas são pontos de contaminação, diz pesquisa

Uma pesquisa realizada pela Prefeitura de Teresina apontou que os principais pontos de contaminação do coronavírus acontecem ônibus, além das estações e corredores de passageiros espalhados pela capital. Em segundo lugar estão as agências bancárias, onde centenas de pessoas se aglomeram diariamente.

Segundo o secretário de governo Fernando Said, o dado foi obtido através de entrevistas e testes rápidos com 1800 habitantes da capital. Segundo estimativa dos pesquisadores, Teresina teria 7.697 casos de coronavírus até o dia 25 de abril. O número é 63 vezes maior do que o de casos confirmados oficialmente através de exames pela Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) para a mesma época: 122.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *