Novo hospital de Picos terá capacidade para atender 500 mil pessoas por ano

O presidente da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares ( Fepiserh), Ítalo Rodrigues e o deputado estadual Pablo Santos visitaram, nesta sexta-feira (23), as obras do novo hospital de Picos. A unidade de saúde, que contará com 152 leitos de internação, terá investimento R$ 29.495.354,79.

A previsão de entrega é para o ano de 2022. A obra está em fase de conclusão da estrutura metálica e concretagens das lajes. Serão mais de 11 mil metros de área construída com recursos do Tesouro Estadual e do Ministério da Saúde.

O novo hospital será moderno e terá dez leitos de UTI pediátrica, dez leitos de UTI adulto, cinco salas de cirurgia de alta complexidade, central de processamento de resíduos, quatro salas de parto normal, auditório com 150 lugares, refeitório e biblioteca, além de servir como hospital-escola para os alunos do curso de medicina da Universidade Federal do Piauí, campus de Picos.

Depois de concluída, a nova unidade de saúde conhecida como Centro de Referência Médica vai atender pacientes da macrorregião do Vale do Guaribas . “É uma obra moderna, que atenderá cerca de 500 mil pessoas por ano, de 60 municípios piauienses”, destaca Ítalo Rodrigues.

O deputado Pablo Santos destaca a importância da obra para a saúde da região. “Além do atendimento à população, a unidade servirá também como um hospital-escola de média e alta complexidade”, destaca o parlamentar.

“O estado investirá fortemente para que seja um centro de alta complexidade. Também iremos adquirir novos equipamentos que viabilizarão o funcionamento adequado do hospital. Esta unidade de saúde é o sonho do município e vai ser muito importante para suprir a demanda da população, que é grande, pois atende toda a região do Vale do Guaribas. O novo hospital é um dos principais meios de melhoria no atendimento à população da região, uma vez que as previsões apontam que o hospital atenderá cerca de meio milhão de pessoas, de 60 municípios piauienses ”, disse o secretário Florentino Neto.


Fonte: Com informações da CCOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *