Paciente é internado no Piauí com suspeita de varíola dos macacos

Dois pacientes do sexo masculino- que não tiveram os nomes divulgados- estão sendo monitorados com suspeita de terem contraído a varíola dos macacos. Os casos investigados são do município de Parnaíba, no litoral do Piauí. Um deles está no Hospital Nossa Senhora de Fátima. O outro segue em isolamento domiciliar. No Piauí ainda não há confirmação da doença. Contudo, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) contabiliza oito notificações sendo cinco em investigação, incluindo os de Parnaíba, e três descartados. Diante da situação, o Estado emitiu um alerta aos gestores municipais para evitar um surto da doença no estado.

Leidiane Pio, secretária municipal de Saúde de Parnaíba, informou que já foram coletadas amostras para análise no Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí (Lacen).

“A vigilância Epidemiológica da secretaria municipal de saúde está acompanhando todo o caso. Eles foram avaliados por duas médicas que suspeitaram da doença”, pontua a secretária.

Os pacientes buscaram atendimento médico nesta segunda-feira (01). Ao Cidadeverde.com, a gestora reforça que a doença é viral e que será feito um rastreamento com pessoas que tiveram contatos com os casos suspeitos.

“Eles estiveram em passeio por outros municípios, inclusive Barra Grande. A orientação é manter o isolamento porque é uma doença que se transmite também pelas vias respiratórias. Os pacientes já estão orientados em relação a isso. Estamos também fazendo a investigação dos contatos desses pacientes. Se tiver algum sintoma é fundamental buscar o serviço de saúde”, destaca Leidiane Pio que orienta o uso de máscara, higienização das mãos com álcool em gel e o isolamento de casos sintomáticos.

Até esta segunda-feira (01), o Brasil tinha 1369 casos confirmados da varíola dos macacos em 19 estados, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Na semana passada, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou emergência de saúde global pela doença. No Piauí ainda não há casos confirmados. Contudo, além dos casos de Parnaíba, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) investiga outros dois casos.

Os sintomas iniciais da varíola dos macacos são principalmente dores no corpo, febre, mal-estar e cansaço. Então, a doença evolui para um quadro em que aparecem lesões no corpo em formato de bolhas.

A principal forma de transmissão do vírus é por meio do contato direto com essas feridas. Também é possível se infectar por gotículas respiratórias, mas, nestes casos, é preciso um contato longo e próximo com o doente.

A Sesapi informou que o material dos pacientes já foi coletado e as amostras devem ser encaminhadas ainda hoje (02) para o Lacen para realização do exame. Dependendo do resultado, as mesmas deverão ser encaminhadas para um laboratório de referência para passar por uma nova avaliação.

Por Cidade Verde

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.