Padre Walmir exonera sobrinha de Araujinho da Secretaria de Obras e agrava crise na base

Grupo do deputado Severo Eulálio se reúne nesta quarta-feira, 13, para decidir se continua ou não na base do Padre Walmir

Por José Maria Barros

Ignorando os apelos de aliados, o prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT), exonerou nesta terça-feira, 12 de novembro, da Secretaria Municipal de Obras, Habitação e Urbanismo, Lilian Maria Araújo Mello Soares. Ela é sobrinha do empresário Francisco da Costa Araújo Filho, o Araujinho (PSD) e tinha assumido o cargo por indicação dele.

A portaria com a exoneração de Lilian Araújo da Secretaria de Obras foi assinada pelo prefeito Padre Walmir nesta terça-feira, 12, após ele se reunir com a base aliada no Restaurante o Gaudêncio. Em lugar dela deve assumir o suplente de vereador Filomeno Portela Richard Neto (PSD), que deixa a pasta de Governo, que será ocupada pelo advogado Francisco Armínio de Carvalho Sousa.
    
Cópia da portaria de exoneração de Lilian Araújo deverá ser publicada no Diário Oficial dos Municípios edição desta quarta-feira, 13. Porém, como fizeram em relação à Rosilene Monteiro, o Padre Walmir deixou claro no artigo 2º do documento, que a portaria entra em vigor na data de sua assinatura, ou seja, hoje, independentemente do dia da sua publicação.

Crise na base
    
A exoneração de Lilian Araújo da Secretaria de Obras agravou ainda mais a crise na base aliada do prefeito Padre Walmir, que já tinha entrado em rota de colisão com a exoneração ontem, 11, da Secretária Municipal de Educação, Maria Rosilene Monteiro Luz, esposa do vereador Evandro Lima de Moraes, o Evandro Paturi (PT).
    
Embora o Padre Walmir afirme que a exoneração de Lilian Araújo não aconteceu por questões políticas, aliados do empresário Araujinho, pré-candidato a prefeito de Picos, não acreditam muito no argumento e já marcaram uma reunião para esta quarta-feira, 13, para tratar sobre o assunto.

Segundo apurou a reportagem do Informa Picos, a reunião contará com a presença do deputado estadual Severo Eulálio (MDB) e vereadores e lideranças políticas ligadas ao parlamentar. A expectativa é de que, caso o Padre Walmir não recue nas retaliações contra apoiadores da pré-candidatura de Araujinho, possa acontecer um rompimento político.

 


Fonte: Informa Picos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *