Palmeiras vence o Atlético-GO de virada e se isola como líder do Brasileiro

O Palmeiras começou perdendo para o Atlético-GO, com um gol contra bizarro de Luan. Mas precisou de sete minutos para virar ainda no 1º tempo e fazer 4 a 1.

No segundo tempo, levou o segundo e passou em branco. Mas os 4 a 2 foram suficientes para o time se isolar na liderança do Brasileirão: tem 25 contra 22 do Corinthians.

Foi uma apresentação de assustar do time de Abel Ferreira, resumida por Baralhas, jogador do Atlético-GO, ao microfone do Premiere, no intervalo: “Em primeiro lugar, agradecer que o 1º tempo acabou”.

O resultado dá um bom gás para os dias decisivos que o Verdão tem pela frente. Na segunda-feira (20), pelo Brasileiro, o desafio no Morumbi é contra o São Paulo.

Na quinta (23), o time e o local são os mesmos, mas o campeonato é a Copa do Brasil. No dia 26, tem o Avaí em Florianópolis. E, no dia 29, no Paraguai, o rival pelas oitavas da Libertadores é o Cerro Porteño (PAR).

O Atlético-GO, que volta para a zona de rebaixamento, com 13 pontos, tem o Juventude em casa, no próximo domingo, antes de encarar o clássico com o Goiás, no dia 22, quarta-feira -ambos pelo Brasileirão.

O Atlético-GO contou com uma infelicidade enorme do Palmeiras para abrir o placar, aos 28′ do 1º tempo. O cruzamento veio da direita para Jorginho cabecear e a bola acertar o travessão. Na volta, Churin bateu para o gol, mas, no caminho, tentando tirar, Luan bateu contra o próprio gol e abriu o placar.

Mas o Palmeiras não se abalou, não. Com Zé Rafael o Verdão empatou aos 41′, após passe de Veron. Dois minutos depois, aos 43′, foi a vez de Gómez aproveitar desvio de Luan em escanteio e virar.

Com mais um minuto, Scarpa recebeu de Veron e bateu de direita para fazer 3 a 1, aos 44′. E, aos 48′, Gómez de novo, após escanteio e desvio de Rony, fez 4 a 1 para o Palmeiras.

Na segunda etapa, com o Palmeiras um pouco mais morno, Churin aproveitou saída ruim de Weverton e fez o segundo do Dragão, aos 33′.

O Palmeiras teve um bom volume de jogo no campo de ataque nos primeiros 20 minutos de jogo. Mas o Atlético-GO, em um jogo de transição rápida, também chegava à área de Weverton.

O Dragão teve duas chegadas perigosas, com direito a Baralhas tentando conclusão de letra. O Palmeiras teve dois bons chutes de Scarpa e um pedido de pênalti em bola enfiada por Veron também para o camisa 14.

A jogada do Atlético-GO pela direita foi boa, a cabeçada no travessão, de Jorginho, também. Quem foi mal na jogada foi Luan. Ao tentar tirar, à frente de Weverton, o zagueiro do Palmeiras, de meia bicicleta arrematou contra o próprio gol num lance esquisitíssimo.

Não deu muito tempo para o palmeirense se preocupar. Em poucos minutos, o Palmeiras assimilou o golpe e virou a partida. Aos 41′, Luan faz bonita inversão para Veron na ponta esquerda.

O atacante dominou e soltou rasteiro para Zé Rafael bater de primeira e empatar. Dois minutos depois, Scarpa bateu escanteio, Luan desviou na primeira trave e Gómez completou para o gol na segunda para virar.

Um minuto depois, foi a vez de Scarpa receber de Veron na área e bater de primeira, de direita, para fazer 3 a 1. E, aos 48′, De novo em jogada de escanteio de Scarpa, foi a vez de Rony desviar para Gómez, de novo, pegar o rebote e fazer o quarto do Verdão.

Com o placar assegurado, o Palmeiras fez muitas trocas e diminuiu o ritmo. Aos 33′, viu Churin fazer o segundo em erro de Weverton.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *