Patos do Piauí: débito deixado pela gestão anterior com energia elétrica é de quase 70 mil reais

O prefeito Joaquim Neto negociou a dívida de quase 70 mil reais com a Equatorial Piauí, referente ao ano de 2020, para que o fornecimento de energia dos prédios públicos não fosse interrompido.

O Prefeito de Patos do Piauí, Joaquim Neto (PSD), esteve essa semana em reunião com a Consultora de Relacionamento da Equatorial Energia Piauí, Laysa Luz, em Picos-PI.

Na visita à empresa, o Prefeito encontrou um débito de 68.534,06 (sessenta e oito mil, quinhentos e trinta e quatro reais e seis centavos) referente ao ano de 2020, do serviço de energia elétrica dos prédios das repartições públicas municipais de Patos.

Para não comprometer o fornecimento de energia dos prédios públicos, Joaquim Neto buscou resolver esse impasse deixado pela gestão anterior e parcelou a dívida de quase 70 mil reais.

De acordo com os dados repassados pela Equatorial, os débitos são referentes ao fornecimento de energia dos prédios da Secretaria Municipal de Educação, da Secretaria Municipal de Saúde e da Prefeitura Municipal de Patos do Piauí, referentes aos meses junho, outubro, novembro e dezembro de 2020.

Confira a tabela de dívidas.

 

Por: Ascom/Prefeitura de Patos/PI

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *