Patos-PI: Vereadora denuncia que veículo utilizado pela PM pertence ao candidato a vice-prefeito e não consta na declaração de bens

Há dois dias das eleições municipais, o clima é tenso na até então, pacata Patos do Piauí.

Os últimos acontecimentos chamou a atenção não só da população local, mas de todo o Estado do Piauí, no tocante a Segurança Pública.

A vereadora Luzitânia Dias dos Reis a “Taninha” (PSD) que é candidata à reeleição, relata alguns fatos ocorridos e exime a coligação a qual ela integra “A mudança que o povo quer” de qualquer participação: “Os candidatos a prefeito e vice-prefeito da situação andavam escoltados por policiais militares do GPM de Patos do Piauí em viatura oficial. Acontece que alguns populares da localidade Pintada, resolveram ‘fiscalizar’, por conta própria, sem qualquer autorização da coligação. Em nenhum momento a nossa coligação autorizou barricadas ou algo semelhante”, e completa “acho muito interessante o atual gestor relatar que correligionários da nossa coligação montaram barraca na localidade Pintada, mas esquece ele, que seus correligionários fizeram o mesmo na comunidade Saco da Serra”, disse.

No vídeo abaixo, populares filmaram a polícia escoltando o candidato a vice-prefeito “Pedim” na localidade Pintada, zona rural do município.

Taninha informou que a coligação “A mudança que o povo quer”, subscrita pelo representante e pelo candidato a prefeito, solicitou ao deputado estadual Georgiano Neto que viabilizasse via órgãos competentes um efetivo policial a ao município, conforme oficio protocolado em 15/10/2020, tendo em vista o histórico de ocorrências em eleições anteriores.

 

“Diante da solicitação, foram enviados três policiais militares e uma viatura BPRONE. Acontece que a população continuava denunciando tais escoltas através de vídeos”, relatou Taninha.

A vereadora narra que no dia 10 de outubro foi realizada uma reunião com representantes dos dois grupos, o atual p´refeito de PAtos, comandante da 3ª Cia da Polícia Militar de Jaicós, capitão Edivan e o novo comandante do GPM de Patos, capitão Nery.

“Na reunião foi debatido sobre as perseguições e sobre a necessidade de uma caminhonete para a Polícia Militar, onde o prefeito Agenilson se comprometeu de cooperar com um Fiat Toro, veículo oficial. Somente no dia 13 de outubro o prefeito apresentou ao capitão Nery uma caminhonete GM/Chevrolet D20, PLACA JFG-6990, ano de fabricação 1989, que vem a ser de propriedade do Sr. Pedro Manoel de Sousa, candidato a vice-prefeito de Valdemiro Miguel. Este veículo tem mais de 30 anos em circulação e sem condições para o trabalho efetivo policial”, denunciou Taninha.

Veja no vídeo a D-20 utilizada pela PM:

Para agravar ainda mais a situação, o veículo não consta na declaração de bens do candidato a vice-prefeito Pedro Manoel de Sousa.

Veja abaixo a declaração de bens de Pedro Manoel de Sousa:

Por Portal Saiba Mais

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *